Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Os políticos de Juara andam em pé de guerra. A última noticia, veiculada pelo site Acesse Notícias, é que a prefeita afastada Luciane Bezerra entrou através de seu advogado com pedido na câmara de vereadores pedindo a extinção do mandado do vereador Salvador Pizzolio do PRB.
Salvador é um dos principais adversários da prefeita afastada, e exerce poder dentro da CPI criada na câmara para investigar a prefeita, que recomenda cassação da mesma.
Além disso, Salvador detém influencia na mídia local, uma vez que mesmo exercendo o mandato, “continuaria” exercendo a função de diretor geral de um grupo de comunicação que detém controle de um canal de TV e uma Rádio em Juara.
Segundo a reportagem, na denúncia protocolada na tarde do dia 29 de março na câmara de vereadores de Juara, Luciane aponta que o vereador ao tomar posse do cargo, continuou exercendo paralelamente, ou seja,  concomitantemente o cargo de diretor em uma empresa de comunicação de Juara.
Tal proibição está prevista pela legislação e a denúncia foi sustentada com a citação dos art. 73 do regimento Interno da câmara de vereadores de Juara e art. 17 da Lei Orgânica, que preconizam a extinção do mandato.
Junto com a denúncia, documentos como recibos de pagamentos, orçamentos assinados, páginas de sites, todos autenticados e com declaração de fé pública foram anexados.
Outro lado


A reportagem do site Porto Noticias entrou em contato com o vereador para saber sua versão, e ele citou que ainda não tem como se manifestar por que não foi notificado e não conhece o teor da denúncia, mas negou que tenha continuado exercendo a função de diretor do grupo de comunicação que mantem a concessão de uma rádio e canal de TV em Juara, e classificou a denuncia como “furada”.
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.