Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT


Foto: Reprodução
A Nexa Resources (ex-Votorantim Metais) obteve a licença prévia/LP, expedida pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Estado de Mato Grosso (Sema-MT) para o Projeto Aripuanã. A empresa investirá R$ 1 bilhão no desenvolvimento de um projeto polimetálico de zinco, cobre e chumbo no município de Aripuanã, (a 947 km ao noroeste). A aprovação no Conselho Estadual de Meio Ambiente do Estado de Mato Grosso (Consema) contou com 15 votos favoráveis, 2 contrários e 2 abstenções.
 
O investimento consiste em uma mina subterrânea para lavra e beneficiamento dos minérios zinco, cobre e chumbo. O Projeto Aripuanã representará o início das atividades da empresa no Estado. O empreendimento está previsto para entrar em operação em 2020. O projeto fortalece a posição da Nexa Resources como uma das cinco maiores produtoras mundiais de zinco, liderando a produção do minério na América Latina.
 
"A licença prévia representa um passo importante para o crescimento da produção de zinco e para o alcance de nossas metas, sempre com respeito ao nosso compromisso de agir de forma transparente e com respeito às partes interessadas", afirma o gerente Geral do Projeto Aripuanã, Marcelo Costa.
 
A próxima etapa no processo de licenciamento ambiental é obter as licenças de instalação/LI e operação/LO. A empresa vai dar sequência ao processo por meio do atendimento às condicionantes estipuladas para, em breve solicitar a LI. A expectativa é que nas fases de construção e operação sejam gerados 1.600 postos de trabalho.
 
Em paralelo serão detalhados os estudos ambientais previstos no Plano de Controle Ambiental (PCA).
 
Desde 2015 a Nexa desenvolve programas socioambientais em parceria com a Prefeitura de Aripuanã. Destaque para o programa Parceria Votorantim pela Educação (PVE), que tem contribuído para a melhoria do ensino da rede pública municipal. No total seis mil pessoas foram atendidas pelo projeto. Outra frente de trabalho é o Apoio à Gestão Pública (AGP). As ações são realizadas com apoio do Instituto Votorantim.
 
Atualmente, a empresa realiza uma pesquisa em parceria com o SINE (Serviço Nacional do Emprego) para estudar o perfil profissional na região. A pesquisa é essencial para a empresa entender as capacidades e as carências dos futuros candidatos que poderiam atuar na implantação e operação da mina de zinco.

Fonte: Vinicius Mendes/Olhar direto
Marcadores: , ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.