Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

favaro-deputados.jpg

O PSD perderá quatro deputados estaduais até o próximo sábado. A decisão foi tomada em reunião na tarde desta quarta-feira (4) com o vice-governador e presidente estadual da sigla, Carlos Fávaro, onde os parlamentares optaram por deixar o partido.
O motivo é a divergência em relação ao apoio ao governador Pedro Taques (PSDB). Os deputados Gilmar Fabris, Ondanir Bortolini (Nininho), Pedro Satélite e Wagner Ramos pretendem permanecer na base aliada do governador.
Todavia, no final de março, o partido decidiu por adotar uma postura independente, inclusive, entregando os cargos ao chefe do executivo. Com o "racha" dentro da sigla, os quatro parlamentares optaram por deixar o PSD, permanecendo assim na base aliada.
O racha era tão evidente, que Fávaro pretende lançar o produtor rural Reck Junior (PSD) para disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa. Ele é de Tangará da Serra, mesma base eleitoral de Wagner Ramos, que disputará a reeleição.
Os deputados apontaram que deixarão a sigla alegando que não querem atrapalhar as ambições políticas do vice-governador, pré-candidato ao Senado. Eles terão três dias para mudar de partido para poderem concorrer às eleições deste ano.
As opções podem ser o PSDB de Taques, o PSB, que voltou a apoiar o governador após a saída do deputado federal Valtenir Pereira, além do Solidariedade e do PPS, siglas próximas ao tucano. O DEM também pode ser um dos destinos dos deputados, principalmente para Gilmar Fabris, que tem uma relação de proximidade com a família Campos.
O PSD, que tinha uma bancada de seis parlamentares, ficará com apenas um. O parlametar José Domingos (PSD), irmão do presidente da AMM (Associação Matogrossense dos Municípios), Neurilan Fraga (PSD), não será candidato a reeleição.
Fonte: Folha Max
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.