Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Wellington Fagundes com Rosana Martinellipré-candidato ao governo, senador Wellington Fagundes (PR), não teme a movimentação feita por partidos “dissidentes” da base governista para alavancar um projeto ao governo como terceira via. “Quem quer ser candidato não pode se preocupar com adversários ou concorrentes”, disse o republicano ao .
Ontem (9), dirigentes do DEM, PSD e PDT foram convidados pelo presidente estadual do PDT, deputado estadual Zeca Viana, e pelo ex-prefeito de Lucas do Rio Verde Otaviano Pivetta para um almoço. Pivetta, inclusive, pode ser uma alternativa para concorrer ao governo, caso o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM) recue da disputa. Mauro pediu até maio para definir futuro político.
Nesse cenário, Wellington ressalta que as chances de dois turnos são grandes se confirmarem as pré-candidaturas de Mauro e do governador Pedro Taques (PSDB). “Temos que agir com habilidade, firmeza necessária e equilíbrio para que, indo ao segundo turno, possamos conseguir mais aliados”, defende.
Por isso, o senador busca se aproximar do grupo e sustenta que as vagas de vice, duas de senador e as quatro de suplentes possam servir para abrigar essas siglas, como o DEM, PSD e PDT. “Precisa ter representação partidária, regional e social. Vocês conhecem as minhas características e não sou de briga e sim de diálogo”, ressalta.
Wellington lembra que tem conversado com representantes desses partidos, inclusive, com o vice-governador Carlos Fávaro (PSD), que renunciou ao cargo para ficar livre para articular uma chapa de oposição a Taques. “Passou a data das filiações (7 de abril), agora poderemos conversar mais de forma oficial com esses partidos”, sustenta.
A pré-candidatura de Wellington é sustentada pelos partidos que PR, MDB, PP e PTB. Antes o grupo contava com o apoio do PSB, do deputado federal Valtenir Pereira. No entanto, o diretório foi destituído pela executiva nacional e repassado para os braços do deputado estadual Max Russi (PSB), que vai levar a sigla para a base governista.

Fonte:Tarso Nunes/RD News
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.