Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT


Foto: Divulgação
Um fato inadmissível aconteceu na manhã desta terça-feira, 01, dia do trabalhador contra o jornalista Jones Alves da Luz, 31, que fazia uma cobertura jornalística ao vivo sobre um acidente de trânsito na Avenida JK, em Juína, Mato Grosso.
Jones participar ao vivo na Rádio Meridional FM, quando a empresária Elbia Menezes Padovani em companhia de outras duas pessoas foi em sua direção e o agrediu fisicamente e verbalmente.
Os motivos para tal comportamento é que ela simplesmente não queria que a notícia fosse propagada, haja vista que era seu filho Ian Padovani, 19, que teria se envolvido no acidente. O jovem estava com mais junto dois amigos numa caminhonete L-200, todos estavam com sinais de embriaguez.
À polícia, o jornalista contou que a mulher foi em sua direção na tentativa de impedir a reportagem tentou tomar o seu aparelho celular e o ofendeu chamando de: verme, demônio, carniceiro e lixo.
O jornalista estava com lesões e arranhões no pescoço e foi submetido a exame de corpo de delito.
Outros profissionais foram alvos da mulher que estava muito transtornada e se achava no direito de coibir o exercício digno da profissão, mas foi repreendida e contida por outras pessoas que as acompanhava.
Jones registrou um boletim de ocorrências na delegacia e vai representar criminalmente contra a agressora que 'poderá' responder por lesão corporal, ameaça e constrangimento ilegal.
Não podemos aceitar que a imprensa seja alvo de ataques que tentem impedir a livre informação sobre fatos de interesse da sociedade.

  •  Fonte: Juína News
Marcadores: , ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.