Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Assessoria
Josaf� Barbosa
Vereador Josafá Martins Barbosa, acusado de passar nota falsa de R$ 100 a garota de 13 anos em troca de sexo oral
A Câmara de Primavera do Leste cassou o mandato do vereador Josafá Martins Barbosa (PP), acusado de repassar nota falsa de R$ 100 para uma adolescente de 13 anos em troca de sexo oral. O caso aconteceu em janeiro deste ano e o progressista nega a acusação.
A sessão secreta foi realizada nesta terça (22) e durou cerca de cinco horas. A Câmara decidiu realizar a votação sob sigilo porque o caso envolve menor de idade.
Dos 14 vereadores, 11 votaram a favor da cassação. Dois se abstiveram e um foi contra. A posição de cada parlamentar não foi divulgada.
Com a cassação de Josafá, o suplente será empossado. Trata-se do político conhecido como Pirú, que já exerceu mandato de vereador.
Josafá está sendo investigado pela Polícia Civil por suspeita de abusar sexualmente da adolescente. A circulação de moeda falsa também é objeto de inquérito.
Em fevereiro, a Câmara de Primavera instalou uma CPI para investigar o Josafá com base na suspeita de estupro e circulação de moeda falsa. O pedido apresentado pelo civil Ruberlei Pereira Dias.
O emedebista Elton Baraldi foi escolhido presidente da Comissão e o relatório está a cargo de Manoel Mazzutti (MDB). Também a CPI Carlos Araújo (PP) na função de secretário. O parecer foi pela cassação de Josafá.
Em 30 de março deste ano, Josafá foi detido por suspeita de vender bebida alcoólica para adolescentes. Ele foi preso após abordagem da Polícia Militar a dois menores de idade que estavam em uma motocicleta e fazendo uso de bebida alcoólica, que alegaram ter comprado no bar do vereador.
Fonte:Jacques Gosch/RD News
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.