Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

frigoríficos de Mato Grosso voltaram a abater
Aos poucos, os frigoríficos pelo Brasil já estão girando seus estoques de carne, abatendo os bois escalados antes da greve e fazendo o mercado funcionar. Há relatos até de indústrias que já estão fazendo compras novas e abatendo. Há muita expectativa, pois o mercado sabe que a pressão sobre os preços vai ser forte, uma vez que, além da oferta que vinha em alta antes da crise gerada pela paralisação, agora ela terá que ser desreprezada. 
“Queda de braço”, resume Marcos Jacinto, de Canarana (MT), contando que o JBS de Barra do Garças já está trabalhando os animais comprados, mas sem preço para as novas aquisições, programadas para terça próxima. 
Em Colider (MT), o JBS já está mandando os fornecedores enviarem suas cargas. Carlos Eduardo Dias, da Marca 40, de Sinop e com propriedades na região de Alta Floresta, já está providenciando as 34 vacas e 1 touro, também de descarte, a R$ 124,00, que embarcam na terça. Ele está mais presente na cria, daí os descartes.

O volume das exportações surpreendeu positivamente em maio/18, diz a Radar

Mesmo com a greve dos caminhoneiros no final do último mês houve recuperação dos embarques de 29,2% na comparação mensal e em linha com o mesmo período do ano passado. 
Esta é uma notícia positiva.
O maior promotor de crescimento da pecuária é o escoamento da produção. Neste caso, no mercado externo, além da recuperação citada acima, o preço médio em dólares subiu 11,5% MoM. 
Exportações de carne bovina in natura do Brasil em mai/18.
   
abr/17
consolidado
estimativa
var. (%)
abr/18
MoM %
mai/17
YoY %
Volume (mil t)
90,5
77,3
17,1%
70,1
29,2%
90,4
0,2%
Preço médio (USD/t)
4.185
-
-
4.000
4,6%
4.236
-1,2%
Preço médio (R$/t)
15.206
-
-
13.637
11,50%
13.588
11,91%
Fonte: MDIC / Radar Investimentos
      
 Fonte:Notícias Agrícolas/Radar
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.