Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Energisa e Secretaria de Segurança Pública se unem no combate ao furto de energiaEm busca de uma maior eficiência no combate ao furto de energia, a Energisa Mato Grosso fechou com o Governo do Estado, em parceria com a Secretaria de Segurança Pública (SESP), um termo de cooperação técnica, onde ambas trabalharão juntas no combate as ligações clandestinas.
 A assinatura do contrato ac
onteceu no dia 13 de julho, na sede da secretaria e prevê a viabilização de ações conjuntas entre a SESP e a Energisa, otimizando o combate às ligações clandestinas, que coloca em risco os usuários de energia e, bem como as ocorrências de furto de energia elétrica, roubos e atos de vandalismo relacionados aos equipamentos de medição.
Um dos objetivos do trabalho, além de  eliminar riscos à integridade física dos consumidores de energia pelas ligações, é o combate ao furto de energia e a redução as perdas de arrecadação tributária para o Estado e para o Município. Estes valores que passam a ser arrecadados pelo Estado em função da eliminação dos chamados “gatos” de energia, podem ser revertidos em serviços de utilidade pública e de interesse direto da sociedade.
Ao longo do primeiro semestre de 2018, a Energisa realizou mais de 160 mil fiscalizações em todo o Estado. Apenas na região metropolitana, nos últimos seis meses, foram encontrados 13.400 casos de irregularidade. Considerando esse mesmo período, a perda proveniente de furto de energia da Regional Metropolitana corresponde a 40% de todo o estado. Seria o suficiente para atender a cidade de Várzea Grande durante cinco meses
“Estamos muito satisfeitos com essa parceria. É uma forma da Energisa e do Estado trabalharem juntos em prol de um interesse comum, não só para as partes envolvidas como também para toda a população. Furto de energia é crime, e além de trazer riscos aos usuários, traz também maior instabilidade para a rede o que deixa a região mais suscetível a acidentes, incêndios, entre outros perigos. Realizar as fiscalizações com a SESP, certamente, fará com que o trabalho seja ainda mais eficiente e rápido”, comenta Riberto José Barbanera, Diretor Presidente da Energisa Mato Grosso.
Como fruto do termo assinado, duas força tarefas de fiscalização já foram realizados (entre 17 e 18/07) onde 07 estabelecimentos foram notificados, sob suspeita de fraude no medidor e três apreensões foram efetuadas em flagrante.

Fonte:Assessoria
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.