Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Sete municípios em Mato Grosso estão sob risco de volta da paralisia infantil
Sete municípios de Mato Gross estão sob o risco de retorno da poliomielite por baixa cobertura da vacina a crianças abaixo dos cinco anos de idade. Jauru (420 km de Cuiabá) tem a situação mais crítica com apenas 3,36% de imunização do público alvo- veja lista dos municípios e de coberta ao fim do texto.
O alerta de risco da poliomielite, doença erradicada no Brasil desde a década de 1990, foi feito pelo Ministério da Saúde na semana passada quando foram apontadas 312 municípios cobertura abaixo de 50%.
"O risco existe para todos os municípios que estão com coberturas abaixo de 95%. Temos que ter em mente que a vacinação é a única forma de prevenção da Poliomielite e de outras doenças que não circulam mais no país. Todas as crianças menores de cinco anos de idade devem ser vacinadas, conforme esquema de vacinação de rotina e na campanha nacional anual. É uma questão de responsabilidade social”, diz a coordenadora do PNI (Programa Nacional de Imunizações), Carla Domingues.  
A poliomielite, também conhecida como “paralisia infantil”, é uma doença infecto-contagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro de paralisia flácida, de início súbito. O déficit motor instala-se subitamente e sua evolução, frequentemente, não ultrapassa três dias. Acomete em geral os membros inferiores, de forma assimétrica, tendo como principal característica a flacidez muscular, com sensibilidade conservada e arreflexia no segmento atingido.
A transmissão ocorre por contato direto pessoa a pessoa, pela via fecal-oral (mais frequentemente), por objetos, alimentos e água contaminados com fezes de doentes ou portadores, ou pela via oral-oral, através de gotículas de secreções da orofaringe (ao falar, tossir ou espirrar). A falta de saneamento, as más condições habitacionais e a higiene pessoal precária constituem fatores que favorecem a transmissão do poliovírus.
O Ministério da Saúde recomenda aos Estados abaixo do índice ideal que a organização da rede de atendimento, incluindo com a possibilidade de readequação de horários mais compatíveis com a rotina da população local. Outra orientação é o reforço das parcerias com as creches e escolas, ambientes que potencializam a mobilização sobre a vacina por envolver também o núcleo familiar. Outro alerta constante da Pasta é para que estados e municípios mantenham os sistemas de informação devidamente atualizados.
O Ministério da Saúde ainda reforça que todos os pais e responsáveis têm a obrigação de atualizar as cadernetas de seus filhos, em especial das crianças menores de cinco anos que devem ser vacinadas, conforme esquema de vacinação de rotina.
A campanha nacional de vacina contra a paralisia infantil está programa para 6 a 13 de agosto.
Lista de locais em risco de volta da poliomielite:
Municípios                                   Cobertura
Jauru                                                3,36%
Denise                                            16,67%
Nova Brasilândia                           20,83%
Nobres                                            31,05%
Reserva do Cabaçal                      31,43%
Pedra Preta                                     35,58%
Vale de São Domingos                  41,18%
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.