Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Sete municípios em Mato Grosso estão sob risco de volta da paralisia infantil
Sete municípios de Mato Gross estão sob o risco de retorno da poliomielite por baixa cobertura da vacina a crianças abaixo dos cinco anos de idade. Jauru (420 km de Cuiabá) tem a situação mais crítica com apenas 3,36% de imunização do público alvo- veja lista dos municípios e de coberta ao fim do texto.
O alerta de risco da poliomielite, doença erradicada no Brasil desde a década de 1990, foi feito pelo Ministério da Saúde na semana passada quando foram apontadas 312 municípios cobertura abaixo de 50%.
"O risco existe para todos os municípios que estão com coberturas abaixo de 95%. Temos que ter em mente que a vacinação é a única forma de prevenção da Poliomielite e de outras doenças que não circulam mais no país. Todas as crianças menores de cinco anos de idade devem ser vacinadas, conforme esquema de vacinação de rotina e na campanha nacional anual. É uma questão de responsabilidade social”, diz a coordenadora do PNI (Programa Nacional de Imunizações), Carla Domingues.  
A poliomielite, também conhecida como “paralisia infantil”, é uma doença infecto-contagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro de paralisia flácida, de início súbito. O déficit motor instala-se subitamente e sua evolução, frequentemente, não ultrapassa três dias. Acomete em geral os membros inferiores, de forma assimétrica, tendo como principal característica a flacidez muscular, com sensibilidade conservada e arreflexia no segmento atingido.
A transmissão ocorre por contato direto pessoa a pessoa, pela via fecal-oral (mais frequentemente), por objetos, alimentos e água contaminados com fezes de doentes ou portadores, ou pela via oral-oral, através de gotículas de secreções da orofaringe (ao falar, tossir ou espirrar). A falta de saneamento, as más condições habitacionais e a higiene pessoal precária constituem fatores que favorecem a transmissão do poliovírus.
O Ministério da Saúde recomenda aos Estados abaixo do índice ideal que a organização da rede de atendimento, incluindo com a possibilidade de readequação de horários mais compatíveis com a rotina da população local. Outra orientação é o reforço das parcerias com as creches e escolas, ambientes que potencializam a mobilização sobre a vacina por envolver também o núcleo familiar. Outro alerta constante da Pasta é para que estados e municípios mantenham os sistemas de informação devidamente atualizados.
O Ministério da Saúde ainda reforça que todos os pais e responsáveis têm a obrigação de atualizar as cadernetas de seus filhos, em especial das crianças menores de cinco anos que devem ser vacinadas, conforme esquema de vacinação de rotina.
A campanha nacional de vacina contra a paralisia infantil está programa para 6 a 13 de agosto.
Lista de locais em risco de volta da poliomielite:
Municípios                                   Cobertura
Jauru                                                3,36%
Denise                                            16,67%
Nova Brasilândia                           20,83%
Nobres                                            31,05%
Reserva do Cabaçal                      31,43%
Pedra Preta                                     35,58%
Vale de São Domingos                  41,18%
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.