Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O Corinthians fez um dos seus piores jogos do ano em termos de técnica e qualidade na noite desta quarta-feira, contra a Chapecoense, em Chapecó. Porém, depois de mais de 80 minutos satisfeito com a vantagem de 1 a 0 obtida no jogo de ida, o Alvinegro ainda viu Jadson achar um gol de falta e sacramentar a passagem da equipe para as semifinais da Copa do Brasil.
O Timão agora enfrenta o Flamengo, que derrotou o Grêmio por 1 a 0 também nesta quarta-feira, no Maracanã, e assegurou sua vaga por ter empatado no duelo de ida, na casa do adversário. Data e horário dos jogos ainda serão divulgados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).
Enquanto não sabem quando voltam as suas atenções novamente ao mata-mata nacional, os comandados de Osmar Loss seguem na caminhada pelo Campeonato Brasileiro no sábado, às 19h (de Brasília), contra o Grêmio, na Arena Corinthians, fechando o primeiro turno do torneio nacional. Já os atletas de Guto Ferreira também vão para a capital paulista, mas para encarar o líder São Paulo, às 19h (de Brasília) do domingo, no Morumbi.
O primeiro tempo da partida em Chapecó não mostrou nada de muito relevante no que prometia um jogo bastante disputado pela vaga na semifinal da Copa do Brasil. O primeiro lance de razoável perigo foi ainda aos cinco minutos, quando Jadson levantou a bola na área e falta lateral e Romero cabeceou na primeira trave. Jandrei, bem posicionado, mandou para escanteio.
A oportunidade, no entanto, foi um mero acaso numa disputa repleta de embates físicos e lançamentos direto para a linha lateral. Sem um centroavante na frente nem a habilidade de Pedrinho para abrir espaços, o Timão mal conseguiu ficar com a bola até os 30 minutos de bola rolando, quando Jadson, da entrada da área, chutou forte e parou em defesa tranquila de Jandrei.
A Chape, que viveu de bolas paradas na intermediária e nas laterais, quase conseguiu abrir o placar em falta batida por Canteros que Thyere, livre, completou para a rede. O defensor, no entanto, estava bastante impedido, como apontou o auxiliar e confirmou o VAR, após um minuto de paralisação. O placar, portanto, não foi alterado na primeira etapa.
O segundo tempo começou mais movimentado logo de cara, com Douglas arriscando de fora da área e mandando rente à trave de Jandrei. Com um pouco mais de espaço, o Timão passou a jogar mais no campo de ataque e teve outra oportunidade minutos depois, quando Fagner chegou na linha de fundo e rolou para Emerson Sheik chutar rasteiro, ao lado do gol.
Precisando de um gol para manter-se vivo na competição, o time da casa começou a tentar empurrar o Alvinegro para o seu campo de defesa com bolas longas à procura de Wellington Paulista. Preocupado em dar mais gás à sua equipe, o técnico Guto Ferreira mandou a campo Alan Ruschel, Kendy e Doffo, que fizera o gol da vitória no domingo, na esperança de levar mais perigo.
A tática quase deu certo pouco depois dos 30 minutos, quando Kendy ganhou disputa na área e a bola ia saindo, mas Henrique tentou dominar e quase colocou para dentro. Para sorte do corintiano, no entanto, a bola passou embaixo do pé do zagueiro e foi para a linha de fundo.
Quando a partida parecia caminhar para um final de bolas na área e pressão da Chape, porém, Mateus Vital entrou na vaga de Clayson e sofreu falta na lateral da área. Jadson foi para a batida, a bola encobriu Jandrei e entrou no ângulo, sacramentando a sequência da caminhada corintiana.
Fonte: Gazeta Esportiva (foto: Djalma Vassão/Gazeta Press/arquivo)
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.