Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Os funcionários dos Correios aceitaram a proposta apresentada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TST) para renovação do acordo coletivo da categoria. Com isso, ficou definido que os salários serão reajustados pela inflação do período (3,68%) e não haverá corte de benefícios, como vale-alimentação.
Segundo os Correios, essa é a primeira vez em duas décadas que representações sindicais dos trabalhadores chegam a um consenso sem a realização de greve.
A Fentect, federação que representa sindicatos dos funcionários do setor, afirma que entrará com uma moção de repúdio contra o presidente dos Correios, Carlos Fortner, pela “tentativa de interferir na proposta apresentada pelo TST, como se a aprovação daproposta fosse fruto de sua intervenção, o que, nem de longe, chega a ser verdade”.
Os sindicatos mantêm a reivindicação de que mudanças na cobrança do plano de saúde da categoria, que consideram abusiva. Em nota, a federação afirma que o estado de greve está mantido, apesar da aceitação do acordo salarial.
De acordo com os Correios, os benefícios e reajustes previstos no acordo já serão aplicados na folha de pagamento de agosto.
Fonte: Veja
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.