Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Reunião na sede da Conmebol, na última segunda feira, teve discussões sobre o valor recebido pelo campeão e a introdução do VAR nas oitavas de final

A Conmebol tem se esforçado para tornar a Libertadores da América um produto mais lucrativo para os clubes. Pensando nessa nova atmosfera que circula a entidade, uma reunião foi realizada na última segunda-feira (20) para definir algumas mudanças da edição 2019.
 Além da já conhecida  – Santiago, no Chile. A Libertadores 2019 pode ter o prêmio de campeão dobrado. Esse ano o ganhador das Américas embolsará o valor de 11 milhões de dólares, cerca de R$ 43,6 milhões. Dirigentes brasileiros que costumavam ser os mais críticos ao tema saíram satisfeitos do encontro.
Em entrevista à Folhapress, o supervisor de futebol do Cruzeiro, Benecy Queiroz deu seu parecer sobre a reunião “Houve uma discussão para aumentar o valor da premiação da Libertadores, sim, para o ano que vem. Será colocado em 2019. Não deram números exatos, mas querem aumentar bem o valor da premiação”, comentou.
Segundo alguns dirigentes, a entidade pensa em dobrar o valor da cota de premiação. Se a ideia seguir, o novo valor seria de 22 milhões de dólares, cerca de R$ 87,2 milhões. Lembrando que no ano passado, o campeão Grêmio recebeu em torno de R$ 25 milhões.
A razão do aumento pode ter influencia na negociação que a Conmebol tem feito com grupos do Oriente Médio. A entidade quer vender direitos de transmissão internacionais da Libertadores da América por números acima dos atuais. A negociação está em fase final e a expectativa é que os valores sejam oficializados até o início de setembro.
O VAR (Video Assistant Referee) já será utilizado na edição de 2018 na Libertadores, durante os jogos das quartas de final. A ideia é que no ano que vem o recurso comece a ser usado nas oitavas de final, conforme alguns cartolas brasileiros indicaram.
Para os brasileiros o VAR é realidade na . As imagens são geradas pela Globo e Fox Sports e o serviço de estrutura para o árbitro de vídeo é oferecido pela empresa Broadcast. O custo no Brasil é de R$ 50 mil por jogo, R$ 700 mil até o final da competição.
Os valores e maiores detalhes para a utilização do VAR na Libertadores 2019 não foram divulgados. O arbitro só pode ter o auxílio do vídeo em casos de gol, pênaltis, cartões vermelhos e identificação do jogador em caso de cartão.
Fonte: Ig Esportes
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.