Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

A campanha nacional de vacinação contra a pólio e o sarampo, prevista para ser encerrada na sexta-feira, deverá contar com mais um segundo “Dia D” no próximo sábado (1º), nos municípios que não atingiram a meta mínima de cobertura vacinal, ou seja, 95% de população alvo vacinada.
A recomendação foi anunciada, hoje, pelo Ministério da Saúde, conforme ofícios encaminhados aos presidentes do Conselho Nacional de Secretários de Saúde e Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde.
Em Mato Grosso, 21% dos 141 municípios estão com cobertura acima de 95%, ou seja, 29 municípios, 47% atingiram 95%, o que representa 67 municípios, 32% estão com menos de 70% de cobertura vacinal, que são 45 municípios, e 12 municípios estão com cobertura abaixo de 50%.
Em Sinop, até ontem, havia sido atingido 88% da cobertura para as duas vacinas, sendo que foram aplicadas 7.350 doses, de cada vacina. Conforme dados da Secretaria Municipal de Saúde, faltavam 600 crianças para serem vacinadas para atingir a meta de 95%.
A média de cobertura vacinal em Mato Grosso é de 72,2% para Poliomielite e de 72% para Sarampo. Esses são dados registrados pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde, divulgados pelo gerente de Imunização da SES/MT, Thiago Rondon.
Ele informou que todos os 16 Escritórios Regionais de Saúde já foram comunicados da recomendação nacional para que intensifiquem a atuação junto aos municípios e preparem as unidades de vacinação para a realização da estratégia.
A Secretaria de Estado de Saúde reforça aos municípios para que realizem o mais breve possível o registro de vacinação no SISTEMA SPNI do Ministério da Saúde, para atualização de dados estatísticos.
A vacina é o principal bloqueio de doenças e é gratuito pelo SUS. A prevenção por meio de vacinação previne a morte, alertou Rondon. A atualização do cartão de vacina é fundamental inclusive para se ter o acesso e manter o benefício de programas sociais como o Bolsa Família.
Recentemente em Mato Grosso, o governo do Estado sancionou uma lei instituindo a obrigatoriedade de apresentação do cartão de vacina no momento de realizar a matricula escolar em escolas do Estado.
De acordo com Thiago Rondon, os pais que não apresentarem a carteira de vacinação atualizada serão acionados pelo Conselho Tutelar que adotará as medidas legais cabíveis, mas que a criança e o adolescente não terão o direito a matricula negado em razão da falta ou de desatualização da caderneta de vacinação.
“Essa medida legal visa ampliar a proteção da criança e do adolescente quanto a sua saúde integral; e a vacina é um direito de todos”, destacou Rondon.
O Ministério da Saúde decidiu divulgar a recomendação de realização de mais um segundo dia D de vacinação nacional, após avaliar os resultados por Unidade Federada (UF), verifica-se que apenas o Estado do Amapá atingiu a meta de 95% de cobertura para as vacinas contra a poliomielite e o sarampo.

Fonte: Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.