Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

A relação de grande parte dos brasileiros com o dólar é invisível. Apesar de a moeda ser americana, produtos comuns do dia a dia são influenciados por sua variação.  esta quarta-feira (22), o dólar fechou a R$ 4,06, no patamar mais alto dos últimos dois anos. Com esse resultado, nos próximos dias, o pão francês, o macarrão, os produtos de limpeza, a gasolina, os itens eletrônicos e até mercadorias vindas da China ficarão mais caras.
O professor de economia da FGV (Fundação Getúlio Vargas) Marcelo Kfoury explica que cerca de 10% dos produtos da cesta básica contém matéria-prima cotada no mercado financeiro internacional. "Arroz, feijão e petróleo, por exemplo, fazem parte das negociações no exterior", afirma.
Para o especialista, a situação é complicada porque só agora é que a inflação está se recuperando da greve dos caminhoneiros. "Com essa disparada do dólar, não haverá fôlego. Os preços vão continuar subindo durante os próximos meses", diz.
De acordo com Claudio Zanão, presidente da Abimapi (associação das indústrias de biscoitos, massas e pães), produtos que têm o trigo como matéria-prima são os que mais sentirão o impacto. "Metade do consumo do cereal no Brasil depende da produção de outros países, como a Argentina e o Canadá."
Na capital paulista, o pão deve subir imediatamente, segundo o Sindicato Padeiros. Já em Campinas, a alta deve chegar na próxima semana, de acordo com Sipac (sindicato da categoria).Thiago Berka, economista da Apas (Associação Paulista de Supermercados), diz também que os mercados vão precisar repor em breve os estoques de produtos de limpeza. "Há alguns dias a disparada do dólar preocupa as empresas. Com estoques acabando, será preciso pagar mais para repor. E isso terá consequências para o consumidor final.
"A alta da moeda americana é resultado das indefinições políticas do Brasil, explica o professor Kfoury. "São os investidores do mercado financeiro antecipando as consequências da eleição deste ano", afirma. Com informações da Folhapress. 
Fonte: Notícias Ao Minuto
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.