Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Foto: Reprodução
Uma ação da Polícia Judiciária Civil, com apoio da Polícia Militar, identificou e prendeu um homem suspeito de envolvimento no crime que vitimou a adolescente Kesia Letícia França da Silva, 14, em Colniza. O corpo da menor foi encontrado, no final da tarde de terça-feira (18.09), em uma cova rasa, no depósito de resíduos sólidos do município. 

A equipe policial recebeu informações de familiares da vítima sobre provável local onde poderia estar o corpo da adolescente. A informação de onde estaria o cadáver teria sido repassada pelo suspeito Rodrigo José Grasse, 32, preso também na terça-feira (18).
Próximo ao corpo da jovem foram encontrados pertences de Kesia e as roupas que a menor usava no dia em que desapareceu (08.09, por volta das 18h).
O suspeito chegou a levar familiares e conhecidos da vítima até o lixão. Mas não apontou com precisão o local. Ele também foi indicado por outras testemunhas como o autor de diversas ameaças de atentados contra a vida caso contassem que ele sabia do fato.
Detido em um bar, próximo a feira municipal, Rodrigo foi conduzido à Delegacia de Colniza e interrogado pelo delegado Alexandre da Silva Nazareth.
O investigado negou participação no homicídio, disse que sabia apenas onde estava o corpo da adolescente, e apontou um outro suspeito como o responsável pela morte.
Todas as informações levantadas nas oitivas e depoimentos serão analisadas no transcorrer do inquérito policial e confrontadas com demais atos de investigação.
Na quarta-feira (19) o delegado Alexandre da Silva Nazareth representou pela prisão preventiva de Rodrigo, com parecer favorável do Ministério Público, e decretação do Judiciário no mesmo dia, por suspeita de envolvimento nos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Também foi requisitado junto à Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) os exames periciais de local de crime, necrópsia e DNA do corpo da vítima.
Fonte:  Assessoria
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.