Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT


Um suspeito está preso, e já foi transferido para outro município.
O município de Colniza, localizado a aproximadamente 1065 km da capital Cuiabá está de luto após a notícia da morte bárbara na adolesceste de 14 anos de idade, Késia Leticia.
O corpo de uma adolescente foi encontrado na tarde dessa terça-feira (18) em uma cova do lixão de Colniza, cidade a 1.065 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Militar, Kesia Leticia França da Silva, de 14 anos, estava desaparecida desde o dia 8 deste mês.
Segundo a polícia, o corpo de Kesia foi encontrado depois de uma denúncia. Policiais civis receberam a informação de que um homem, identificado como Rodrigo, havia comentado em um bar da cidade que sabia onde estava o corpo da adolescente desaparecida.
Ele foi quem levou os familiares da adolescente até o lixão, mostrou onde o corpo estava e fugiu do local.
Ainda de acordo com a PM, o suspeito foi detido em um bar perto da feira municipal. À polícia ele contou que apenas levou os familiares até o lixão e que não tinha envolvimento com o desaparecimento ou morte da vítima.

Rodrigo está detido e prestando depoimento.

O suspeito foi encaminhado à delegacia da Polícia Civil para esclarecimentos. O corpo da vítima foi encaminhado pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) de de Juína, a 737 km da capital, para o Instituto Médico Legal (IML) de Tangará da Serra, a 242 km da capital.
A mãe de Kesia registrou boletim de ocorrência sobre o desaparecimento da filha no dia 9. Ela afirmou na queixa que a filha saiu de casa para ir encontrar com uma amiga e não retornou.
Outra denúncia
Enquanto os policiais atendiam a esse crime, a diretora de uma escola da cidade ligou para a PM. Uma aluna da instituição relatou que no final de semana, quando passou perto de um bar, um homem alcoolizado a agarrou e tentou violentá-la sexualmente.
Esse homem teria dito à adolescente que, se ela não aceitasse a relação com ele, a mataria. O suspeito contou para a menina que tinha matado Kesia e que tinha ganhado um dinheiro. Ele também a ameaçou de morte.
A adolescente reconheceu o suspeito assim que os policiais mostraram a foto dele. O Conselho Tutelar foi chamado e a adolescente foi encaminhada para prestar depoimento.
Fonte;O Pantanal Online
Marcadores: , ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.