Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT


Um suspeito está preso, e já foi transferido para outro município.
O município de Colniza, localizado a aproximadamente 1065 km da capital Cuiabá está de luto após a notícia da morte bárbara na adolesceste de 14 anos de idade, Késia Leticia.
O corpo de uma adolescente foi encontrado na tarde dessa terça-feira (18) em uma cova do lixão de Colniza, cidade a 1.065 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Militar, Kesia Leticia França da Silva, de 14 anos, estava desaparecida desde o dia 8 deste mês.
Segundo a polícia, o corpo de Kesia foi encontrado depois de uma denúncia. Policiais civis receberam a informação de que um homem, identificado como Rodrigo, havia comentado em um bar da cidade que sabia onde estava o corpo da adolescente desaparecida.
Ele foi quem levou os familiares da adolescente até o lixão, mostrou onde o corpo estava e fugiu do local.
Ainda de acordo com a PM, o suspeito foi detido em um bar perto da feira municipal. À polícia ele contou que apenas levou os familiares até o lixão e que não tinha envolvimento com o desaparecimento ou morte da vítima.

Rodrigo está detido e prestando depoimento.

O suspeito foi encaminhado à delegacia da Polícia Civil para esclarecimentos. O corpo da vítima foi encaminhado pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) de de Juína, a 737 km da capital, para o Instituto Médico Legal (IML) de Tangará da Serra, a 242 km da capital.
A mãe de Kesia registrou boletim de ocorrência sobre o desaparecimento da filha no dia 9. Ela afirmou na queixa que a filha saiu de casa para ir encontrar com uma amiga e não retornou.
Outra denúncia
Enquanto os policiais atendiam a esse crime, a diretora de uma escola da cidade ligou para a PM. Uma aluna da instituição relatou que no final de semana, quando passou perto de um bar, um homem alcoolizado a agarrou e tentou violentá-la sexualmente.
Esse homem teria dito à adolescente que, se ela não aceitasse a relação com ele, a mataria. O suspeito contou para a menina que tinha matado Kesia e que tinha ganhado um dinheiro. Ele também a ameaçou de morte.
A adolescente reconheceu o suspeito assim que os policiais mostraram a foto dele. O Conselho Tutelar foi chamado e a adolescente foi encaminhada para prestar depoimento.
Fonte;O Pantanal Online
Marcadores: , ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.