Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Dirigentes da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) se reuniram nesta quinta (6), no Rio de Janeiro, com representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para propor ajustes em uma linha de crédito da instituição que permite a renegociação de dívidas rurais.
O tema foi discutido com o chefe do Departamento de Canais de Distribuição e Parcerias da Superintendência de Áreas de Operações e Canais Digitais do BNDES, Caio Barbosa Araújo. A CNA solicitou alguns aprimoramentos para incluir mais produtores nas renegociações no âmbito do Programa BNDES para Composição de Dívidas Rurais (BNDES Pro-CDD Agro).
Esta linha de crédito é repassada pelo BNDES aos bancos para permitir a liquidação de passivos de produtores com as próprias instituições financeiras e fornecedores de insumos.
“A reunião foi bastante oportuna para tratarmos do aprimoramento do programa de composição de dívidas rurais, mas também para abrir um canal de comunicação mais estreito e efetivo do BNDES com o setor agropecuário através da sua porta-voz máxima que é a CNA”, afirmou o vice-presidente da CNA, Muni Lourenço.
A partir do dia 19 de setembro o banco passará a acatar os pedidos de renegociações das instituições financeiras que operacionalizarem a linha.
“Pedimos que sejam inclusas as dívidas mais antigas dos produtores rurais, contratadas entre 2009 e 2016, que hoje não estão inclusas nesse programa e que foram ajuizadas ou estão a prejuízo nos bancos. O BNDES disse que vai estudar essa proposta,” destacou Pedro Loyola, presidente da Comissão Nacional de Política Agrícola da CNA.
“A CNA também solicitou ao BNDES a inclusão das dívidas de custeio contratadas até dezembro de 2017 e financiamentos feitos a partir da emissão de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA)”, reforçou Loyola.
Também participaram do encontro o presidente da Comissão Nacional de Café da CNA, Breno Mesquita, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (FAEG), Bartolomeu Braz Pereira, e a assessora técnica da Comissão Nacional de Política Agrícola, Fernanda Schwantes.
A informação é da assessoria.
Só Notícias/Agronotícias (foto: Lucas Ninno/arquivo)
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.