Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Na próxima rodada, a Chapecoense recebe, no dia 24, segunda, o Fluminense, às 20h (de Brasília), na Arena Condá. Já o Internacional visita o Corinthians no domingo, às 16h (de Brasília), na Arena Alvinegra.

Foto: Ricardo Duarte/SCIFoto: Ricardo Duarte/SCI
 A Chapecoense venceu o Internacional por 2 a 1, nessa segunda-feira, na Arena Condá, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Numa partida emocionante, o Colorado saiu na frente, mas permitiu a virada dos catarinenses. Mais determinados, os donos da casa acabaram sendo mais objetivos com os gols de Leandro Pereira. Para os vermelhos fez Nico López. Além disso, brilhou a estrela do goleiro Jandrei, que defendeu uma penalidade Leandro Damião. Assim, o Colorado desperdiçou a oportunidade de se manter na liderança.
Com o resultado, a Chapecoense saltou para o 16º lugar, com 28 pontos. O Internacional perdeu a liderança e caiu para o segundo lugar, com 49 pontos. De quebra, a escrita continua: o Colorado segue sem vencer no Oeste Catarinense.
Na próxima rodada, a Chapecoense recebe, no dia 24, segunda, o Fluminense, às 20h (de Brasília), na Arena Condá. Já o Internacional visita o Corinthians no domingo, às 16h (de Brasília), na Arena Alvinegra.
O jogo
Em rápida jogada de contra-ataque no começo do jogo, o Inter já levou susto a meta de Jandrei. Aos dois, na velocidade, Edenílson avançou pela direita e acionou Nico López. Dentro da área, o uruguaio chutou de pé esquerdo, na rede pelo lado de fora. A Chape não se intimidou, foi para cima e explorou as laterais do campo.  Aos sete, Diego Torres cobrou colocado, buscando o ângulo de Marcelo Lomba.
Uma partida bem franca, entre as duas equipes que buscam o gol. O Colorado tem levado vantagem pelo lado direito, principalmente com o atacante Nico López. Por sua vez, a Chape procurou levantar bolas aéreas para aproveitar a estatura de seus atacantes.
Numa ligação direta de Cuesta, aos 24, Pottker é acionado pela esquerda dentro da área e tentou o domínio. Rafael Thyere chegou de carrinho e tocou a bola. Jandrei entrou atrasado e derrubou o camisa 99 na área. Aos 25, Nico López esbanjou categoria na cobrança e deslocou Jandrei, que caiu para o canto esquerdo.
Depois de levar o gol, os donos da casa, foram para cima na tentativa de buscar o empate.  Aos 31, Eduardo chutou de longe. Cuesta entrou de cabeça e mandou para fora, mas a bola saiu com muito perigo. Aos 32, Diego Torres cobrou a falta com categoria. A bola explodiu no travessão de Marcelo Lomba. A resposta Colorado veio, aos 34, Nico cobrou escanteio na cabeça de Gabriel Dias, que subiu sozinho e desviou para fora, com perigo.
Após insistir tanto em bola alta, o time catarinense chegou a igualdade. Aos 36, Eduardo avançou pela direita, passou por Pottker e cruzou para Leandro Pereira. O centroavante ganhou de Rodrigo Moledo e cabeceou no canto direito de Lomba. Muito equilíbrio nas ações do jogo, com a Chape apelando para a bola parada. Enquanto o Inter tem encontrado dificuldades na marcação pelos lados do campo. Do meio pra frente, os vermelhos precisam acelerar a transição.
Os visitantes tem sofrido bastante com as jogadas de Victor Andrade e Doffo pelas laterais. A equipe vermelha está muito recuada e tem perdido a maioria dos rebotes.
Com a Chape se soltando para o ataque, começou a surgir espaços para o contra-ataque do Inter. Aos 10, Nico López dominou e acionou Jonatan Alvez, que saiu sozinho no campo de defesa da Chape. O atacante avançou, invadiu a área e chutou sobre Jandrei. No minuto seguinte, Victor Andrade arriscou de longe e mandou por cima do gol. Aos 13, Leandro Pereira ganhou da zaga colorada e cabeceou fraco. Lomba faz a defesa. Em mais uma atuação que deixou a desejar, o centroavante Jonatan Alvez foi substituído por Leandro Damião.
Por pouco, os gaúchos não pularam na frente do marcador. Aos 19, Edenílson dominou na entrada da área e percebeu a movimentação de Leandro Damião. O volante tentou a enfiada para o centroavante, mas Jandrei vai bem e ficou com a bola. Uma das característica dos times de Guto Ferreira sempre foi apostar nas jogadas aéreas.  
Mostrando mais ambição de querer vencer, a Chapecoense conseguiu a virada. Aos 32, Bruno Silva avançou pela direita e cruzou para Leandro Pereira, que finalizou de pé direito. A bola bateu no braço de Víctor Cuesta, que entrou de carrinho para bloquear o chute. Penalidade marcada em favor dos catarinenses. O argentino foi mais cedo para o chuveiro. Aos 36, Leandro Pereira cobrou com categoria e deslocou Marcelo Lomba. Bola para a direita, goleiro para o lado esquerdo. Aos 41, Doffo arrancou pela esquerda, invadiu a área após passar por Gabriel Dias e tentou o chute de pé esquerdo.
Tentando um jogador a menos em campo, o Internacional se soltou para o ataque e levou perigo em três oportunidades. Aos 44, D’Alessandro dominou pelo meio e tabelou com Iago. O argentino chutou colocado, no centro do gol. Jandrei espalmou e salvou a Chape. Aos 45, após bola levantada para a área, Damião desviou de cabeça. Moledo completou na pequena área, e a bola saiu com muito perigo. Aos 46, D’Alessandro acionou Damião pela direita. O centroavante cruzou para Camilo, que entrou no primeiro poste e completou para fora, já dentro da pequena área. Aos 48, D’Alessandro cruzou da direita para a área. Leandro Damião é empurrado por Barreto dentro da área. O árbitro assinalou pênalti.
Mais uma vez o Colorado desperdiçou a assumir a liderança novamente. Aos 49, Damião cobrou forte, no canto direito de Jandrei, mas à meia altura. O goleiro voou e faz grande defesa. Aos 51, D’Alessandro cobrou falta para a área. Damião desviou de cabeça, e Jandrei salvou a Chape mais uma vez. Milagre do goleiro da Chapecoense.
FICHA TÉCNICA:
CHAPECOENSE 2 X 1 INTERNACIONAL
Local: Arena Condá, em Chapecó-SC
Data: 17 de Setembro de 2018, segunda-feira
Horário: 20h (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa-RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho(RJ)
Renda: R$ 847.505,00
Público Total: 16.981 pagantes
Cartões amarelos: Doffo, Rafael Thyere (Chapecoense); Patrick, Cuesta, Gabriel Dias (Inter).
Cartão vermelho: Victor Cuesta (Inter)
GOLS
Chapecoense: Leandro Pereira, aos 36 minutos do 1T e aos 36 minutos do 2T.
Internacional: Nico López, aos 25 minutos do 1T
CHAPECOENSE: Jandrei; Eduardo (Barreto), Rafael Thyere, Nery Bareiro e Bruno Pacheco; Elicarlos, Marcio Araújo, Diego Torres (Yann Rolim) e Doffo; Victor Andrade (Bruno Silva) e Leandro Pereira.
Técnico: Guto Ferreira
INTERNACIONAL: Marcelo Lomba, Zeca, Rodrigo Moledo, Cuesta e Iago, Gabriel Dias, Edenílson, Patrick e Nico López (D’Alessandro), Pottker (Camilo) e Jonatan Alvez (Leandro Damião).
Técnico: Odair Hellmann.
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.