Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O empreendimento milionário ‘Projeto Aripuanã’ está sendo implantando pela empresa global de mineração Nexa Resources, que faz parte do Grupo Votorantim, em uma área na Serra do Expedito, localizada a cerca de 25 quilômetros de Aripuanã (816 quilômetros de Sinop). É previsto investimento de R$ 1 bilhão para lavra e beneficiamento de zinco, chumbo, cobre, com ouro e prata associados. A empresa deve gerar cerca de mil vagas de emprego na fase de construção e 600 postos de trabalho na operação que é estimada em 15 anos.
A assessoria da empresa confirmou, ao Só Notícias, que já obteve em abril licença prévia do empreendimento, após aprovação do Conselho Estadual de Meio Ambiente do Estado de Mato Grosso (Consema). O processo de licenciamento segue em andamento na Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) para emissão da licença de instalação. A partir dessa concessão, a empresa estará autorizada a iniciar as obras do projeto. A expectativa é que a operação tenha início em 2021.
Os minérios extraídos da Serra do Expedito serão escoados por meio de transporte rodoviário até as metalurgias. O concentrado de zinco será enviado para fábricas do grupo em Três Marias e Juiz de Fora (MG). O concentrado de chumbo será exportado, enquanto o cobre poderá ser vendido no mercado nacional ou exportado.
A capacidade produtiva anual será de 1,8 milhão de toneladas de minério. Anualmente, serão produzidos cerca de 120 mil toneladas de concentrado de zinco, 50 mil toneladas de concentrado de chumbo e 18 mil toneladas de concentrado de cobre.
Os minérios extraídos em Aripuanã servirão para produção de pneus, aço, fertilizantes, baterias, tintas, esmaltes, ar-condicionado, fios elétricos, celulares entre outros produtos.

Fonte: Só Notícias/Cleber Romero (foto: reprodução)

Marcadores: , ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.