Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Três funcionários de uma empresa de insumos agrícolas foram impedidos de deixar uma fazenda localizada a cerca de 70 quilômetros de Novo Mundo (297 km de Sinop) após o proprietário alegar prejuízo de R$ 185 mil na compra de defensivos que não teriam feito o efeito esperado na aplicação. De acordo com o boletim de ocorrência, os representantes comerciais só foram liberados com a chegada da Polícia Militar. Ninguém ficou ferido.
Segundo consta no documento policial, a empresa fez a venda dos defensivos e os funcionários foram até a propriedade para negociar com o proprietário, que alegou ineficiência do produto e cobrou ressarcimento de R$ 86 mil das despesas de aplicação, adubo, calcário, óleo diesel e mão de obra. Eles dialogaram por algumas horas, mas não chegaram a um acordo. Por isso, foram impedidos de deixar a propriedade.
Também foi registrado na ocorrência que os policiais realizaram busca pessoal e no imóvel, mas não encontram armas de fogo. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil de Guarantã do Norte. O dono da fazenda poderá ser indiciado pelos crimes de sequestro e cárcere privado.
Fonte:Só Notícias/Cleber Romero (foto: Só Notícias/arquivo)

Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.