Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Cerca de 100 mil mato-grossenses irão fazer a prova do Enem neste domingo
A edição 2018 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) recebeu 96.793 inscrições para as provas de 4 e 11 de novembro. Esta é a primeira edição em que a solicitação de isenção foi anterior à inscrição, e que os participantes que estavam isentos e faltaram tiveram que justificar a ausência para obter novamente a gratuidade.



Em 2017, o estado recebeu 126.211 inscrições. O número corresponde a 1,8% do total de 6.731.203 inscritos. Já no Enem 2016, o estado teve 163.181 participantes. A queda no número de inscrições é consequência do Enem ter deixado de certificar o Ensino Médio, tarefa que voltou ao Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).
 
Dos 2.017.253 ausentes no Enem 2017, 1.692.074 (83,8%) estavam isentos. Dos 222.132 ausentes reincidentes, 206.100 (92,7%) não tinham pagado para fazer o Exame. Apenas 4.345 conseguiram justificar a ausência.
 
A separação de isenção e inscrição permitiu a criação de um período de recursos. Dessa forma, todos os participantes com pedidos de isenção e justificativas de ausência reprovados tiveram uma segunda chance de apresentar documentos. Ao final do processo, os participantes que não pagam para fazer o Enem continuam sendo maioria. Desde o Enem 2018, portanto, mais pessoas podem se beneficiar da isenção de pagamento da taxa de inscrição, que manteve o mesmo valor da última edição: R$ 82.
 
Perfil dos participantes 
 
O Enem 2018 terá mais mulheres: 59,1% dos inscritos confirmados são do sexo feminino e 40,9%, do masculino. Os participantes com 18 anos representam 17% do total; os de 19 anos, 15,9%; e os de 20 anos, 10,5%. Aqueles com idade entre 21 e 30 anos representam 33,8% do total.
 
Em relação à situação escolar, 58,6% já concluíram o Ensino Médio; 29,7% é concluinte em 2018 e 10,6% concluirá após 2018, compondo o grupo dos participantes que fazem o Exame com objetivo de autoavaliação, os chamados “treineiros”. Desde 2017 o Enem não certifica o Ensino Médio, função que retornou ao Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

Horário de verão 

O Governo Federal informou que o horário de verão não será adiado para o dia 14 de novembro, contrariando o que havia decidido no início do mês. Com isto, os relógios serão adiantados em uma hora no dia 04 de novembro deste ano. A mudança de data seria por conta do Enem, que acontece no mesmo fim de semana. 

O Ministério da Educação queria evitar possíveis prejuízos aos estudantes que farão o exame, cuja primeira prova está marcada para 4 de novembro. O argumento é que a necessidade de adiantar os relógios em uma hora pode confundir os candidatos.

Vale lembrar que os portões se abrem às 12 horas e fecham às 13h, de acordo com horário de Brasília.
Fonte: Fabiana Mendes/Olhar Direto 
Marcadores: , ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.