Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Dirigentes de entidades, pecuaristas e produtores rurais entregaram ao deputado federal eleito pelo PSL em Mato Grosso, Nelson Barbudo, as principais reivindicações do setor. Produtor, Barbudo deve ser o representante do agronegócio de Mato Grosso na Câmara, a partir de fevereiro de 2019. Com maior rebanho bovino do país, aproximadamente 30,3 milhões de animais, Mato Grosso ainda enfrenta várias barreiras e só exporta 20% da sua produção. A pauta de reivindicações do setor possui cinco eixos que permeiam questões tributária, fundiária, econômica, infraestrutura e meio ambiente. Uma das principais é a aplicação de 100% do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) nas rodovias e o fim do Fethab 2, cobrados no Estado, até dezembro deste ano. O governador Pedro Taques não quer prorrogar a cobrança -que acaba em dezembro- mas o governador eleito Mauro Mendes pediu que prorrogue considerando a crise financeira do Estado. Do Fethab 2 entram no caixa do governo cerca de R$ 450 milhões.
Mario Candia, presidente da Nelore Mato Grosso,  disse que o setor apoia o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) por entender que é necessário neste momento haver inúmeras mudanças estruturantes que precisam ser feitas para sair da crise. “Ele é sem dúvida o homem que vai conseguir combater a corrupção e fazer ações que visam o bem de todos”.
O presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Jorge Pires de Miranda, elogiou o deputado mato-grossense e de outros do partido PSL eleitos pelo país afora por não estarem atreladas a nenhum tipo de acordo político. “São pessoas que se elegeram pela capacidade, idoneidade e como não devem nada a ninguém podem implementar a política que o país necessita”.
Barbudo se reuniu com dirigentes da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), do Instituto Mato-grossense da Carne (Imac), da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e da superintendência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e o encontro foi na Associação dos Criadores Nelore de Mato Grosso (ACNMT), em Cuiabá.
Pequeno produtor do município de Alto Taquari (489 km da capital) ele foi o mais votado no Estado para federal com 126,2 mil votos. Nelson Barbudo afirmou que o novo presidente vai adotar inúmeras medidas afim de desburocratizar a atuação do setor produtivo. O objetivo é fomentar emprego e renda no país. “Estivemos os últimos anos nas mãos de um governo de esquerda que apenas dificultava a vida de quem gera riqueza e produz, criando leis que visam atrapalham o produtor rural, o pecuarista e o empresário. Vivíamos como gato e rato, enquanto alguns setores trabalhavam, investiam e sofriam, o governo inventava meios de ‘engolir’ os lucros cobrando cada vez mais impostos”, criticou, através da assessoria.
Fonte: Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.