Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O bispo de Juína - MT lança um breve olhar para o Pontificado de Francisco, primeiro Papa latino-americano, para dizer-nos que o Santo Padre trouxe para a Cátedra de Pedro “o jeito nosso de ser, a maneira simples como nós somos, a maneira de acolher, de visitar, a sensibilidade de estar perto das pessoas”.
Amigo ouvinte, nosso convidado destes dias, o bispo da Diocese de Juína, Dom Neri José Tondello, conclui nesta edição sua participação no quadro “Brasil na Missão Continental” no qual trouxe-nos um pouco, neste espaço, suas considerações sobre a realidade da missão na diocese mato-grossense com seus respectivos desafios pastorais numa Igreja de periferia – como ele mesmo definiu – altamente missionária.
Após ter-nos precedentemente tecido suas considerações também sobre a caminhada no contexto mais amplo da Igreja na América Latina, na edição de hoje Dom Neri lança um breve olhar para o Pontificado de Francisco, primeiro Papa latino-americano, para dizer-nos que o Santo Padre trouxe para a Cátedra de Pedro “o jeito nosso de ser, a maneira simples como nós somos, a maneira de acolher, de visitar, a sensibilidade de estar perto das pessoas”.
“A fé de Francisco é uma fé muito prática, evangélica, do jeito de Jesus, por isso mesmo inquestionável”, destaca o bispo desta Igreja particular do noroeste do Mato Grosso, em plena Amazônia Legal, voltando seu pensamento também para o Sínodo dos Bispos a realizar-se no Vaticano em outubro de 2019 dedicado à Amazônia, à qual pertence sua diocese
Fonte: Raimundo de Lima - Cidade do Vaticano
Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.