Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Bergamim teria sofrido um acidente quando trabalhava no garimpo de sua propriedade no distrito de Terra Roxa.

A notícia de que um barranco de aproximadamente 10 metros de profundidade soterrou o ex-prefeito de Juína, no Mato Grosso, na tarde desta quarta-feira, dia 14, pegou os juinenses de surpresa!
 
A Polícia Civil confirmou ao Juína News que Hermes Lourenço Bergamin, de 54 anos, morreu soterrado em um barranco no garimpo do “Porcão” , a 45 km do município já próximo ao distrito de Terra Roxa.
 
Estiveram se deslocando para o local da tragédia, a Polícia Judiciária Civil, Polícia Militar, Peritos da Politec, Samu e corpo de bombeiros. 
Chegando próximo do garimpo, as viaturas retornaram para o local porque o corpo de Hermes estava no interior de uma caminhonete que era dirigida pelo ex vereador de Juína Robson Amorim Machado, que é amigo de Hermes. Também estava na caminhonete o filho dele, Eugênio Bergamin.
 
Todo o comboio de viaturas foram direto para o Instituto Médico Legal (IML), onde o corpo foi submetido a exame de necropsia. Dezenas de pessoas se fizeram presente no IML, e estavam comovidos e tristes com o acontecido, parecia não acreditar na morte precoce de HB.
 
O médico Emílio Pópulo, esteve no local acompanhando a família e amigos que foram em busca do corpo de Hermes Bergamin, onde falou que morte do empresário se deu por asfixia devido à quantidade de terra que caiu em cima do mesmo.
 
Emílio estava bastante emocionado, e ressaltou que Hermes era um ícone da cidade de Juína, sendo impossível contar a história da cidade sem que o mesmo seja lembrado, e enfatizou que Hermes Bergamin “morreu onde praticamente viveu” no garimpo fazendo o que gostava, e que será uma perda muito grande para a cidade de Juína, pois além de um empresário de sucesso, Hermes Bergamin estava prestes a entrar para o cenário político estadual, e que praticamente todos os juinenses lamentam a morte de Hermes Bergamin.
 
A família de Hermes assim que soube da notícia foram para o local dos fatos, onde lá chegando, os funcionários já haviam retirado o corpo do empresário do barranco onde havia sido soterrado, com ajuda de um trator que removeu a terra que estava sobre o corpo do empresário.
 
O investigador da Polícia Civil, Cleber Figueiredo falou ao Juína News que se deslocaram até o local dos fatos e no caminho encontraram o corpo do empresário que já vinha sendo trazido pela família, e que a Polícia Civil fará o registro de um boletim de ocorrências para os procedimentos de praxe e liberação do corpo para que seja velado.
 
Cleber Figueiredo confirmou ainda que não havia mais ninguém no local onde o empresário Hermes veio a óbito, pois alguns boatos circularam em grupos e whatssap e facebook, que havia mais pessoas soterradas, hipótese que foi totalmente descarta pela polícia.
 
História de sucesso
 
Hermes Lourenço Bergamin é de uma família pioneira e tradicional da cidade de Juína. Sempre conhecido pela atuação como empresário no ramo de mineração, agropecuária e ex-prefeito da cidade de Juína, onde exerceu sua gestão como prefeito do ano de 2013 a 2016, vindo ser candidato a deputado estadual no último pleito eleitoral, e obteve uma quantidade de mais de 17 mil votos válidos, ficando suplente a uma cadeira na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso.
 
Velório
 
O corpo de Hermes Bergamin será velado inicialmente na residência dele, e terá a presença apenas de familiares e de amigos próximos. Próximo das 12h, o corpo será levado para a câmara municipal de vereadores, e lá os juinenses poderão dar o último Adeus a Hermes e prestar sua homenagem a ele.
 
O vídeo a seguir da campanha à prefeito de Hermes tem sua história contada por ele mesmo.

Fonte: Juína News



Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.