Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Ana Nery Alves Borges, de 47 anos, foi encontrada caída na sala da casa dela, nesta terça-feira, em Primavera do Leste, após sofrer uma descarga elétrica. Vizinhos notaram o sumiço e chamaram os bombeiros, que arrombaram a porta.



Foto: Facebook/Reprodução

Ana Nery Alves Borges, de 47 anos, foi encontrada caída na sala da casa dela, nesta terça-feira (27), em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá, após sofrer uma descarga elétrica. De acordo com o Corpo de Bombeiros, após notarem o desaparecimento dela, os vizinhos chamaram o Corpo de Bombeiros, que foi até a casa de Ana Nery e arrombou a porta.
Os bombeiros entraram na residência e a encontraram viva e consciente, no entanto, ela não conseguia se mexer para tentar pedir socorro. Ela estava caída no chão, com um fio de extensão de energia enrolado nos pés e o celular sobre ela.
Ela foi socorrida e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, onde sofreu uma parada cardíaca e morreu.
Antes de falecer, Ana Nery informou aos bombeiros que tinha levado um choque ao mexer no celular, que estava carregando na extensão. "Ela tinha um hematoma na face", disse o soldado Juliano Silva, do Corpo de Bombeiros.
A suspeita dos socorristas é de que ela sofrido uma descarga elétrica há três ou quatro dias.
"Tudo indica que a morte tenha sido ocasionada pela descarga elétrica, mas a perícia é que vai apontar a causa exata da morte", afirmou.
Vizinhos informaram aos bombeiros que Ana morava sozinha. Após a morte, uma irmã da vítima, que mora na mesma cidade, foi localizada.
Fonte: G1 MT
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.