Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea) de Alta Floresta, confirmou, ao Só Notícias, que deu positivo o exame de raiva bovina em um animal que morreu em uma propriedade rural no município, próximo a região da 5ª Oeste. Outras três mortes, na mesma fazenda, ainda está sob investigação. Material dos animais foram recolhidas e encaminhados para Cuiabá. O resultado deve sair nos próximos dias.

Com isso, o proprietário foi orientado a vacinar todo o rebanho. Também será feita fiscalização em um raio de 12 quilômetros de onde o animal foi encontrado morto, seguindo o protocolo em caso de raiva bovina. A região também terá acompanhamento da Vigilância Ambiental.

“A imunização de todo o rebanho deve ser feita. Isso leva de uma a duas semanas e, neste período, pode continuar com a mortalidade. Nós já mobilizamos duas equipes do Indea para tentar fechar o foco o mais rápido possível. As pessoas ao observarem os animais babando, cambaleando devem evitar manipular, pois, pode adquirir a doença”.

Devem vacinar o rebanho os moradores 3ª, 4ª e 5ª Norte, final do Espanhol, 4ª, 5ª e 6ª Oeste, e no fim da 3ª Oeste que estão no raio de 12 quilômetros da onde o animal foi detectado com raiva.

Além do bovino também devem ser imunizados eqüinos, caprinos e ovinos além de cães e gatos que não receberam a vacina este ano. Além de Alta Floresta houve também registro de raiva bovina em Lucas do Rio Verde e Paranaíta.

Fonte: Só Notícias/David Murba (foto: assessoria/arquivo)

Marcadores: ,

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.