Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Foto: Reprodução
Cinco pessoas foram presas nessa terça-feira (4) suspeitas de integrarem uma associação criminosa que praticava roubos de cargas na região de Comodoro, a 677 km de Cuiabá. As prisões foram divulgadas nesta quarta-feira (5).
De acordo com a Polícia Civil, as investigações apontaram que duas mulheres, Gresiane Teixeira e Michele dos Santos, eram as responsáveis por abordar os motoristas de caminhão, solicitando carona ou oferecendo programas sexuais.
Elas agiam em conjunto com outros integrantes da quadrilha: Rafael Pereira, João Jose da Costa, e Saturnino da Silva.
Segundo a investigação, o grupo é de Cuiabá e se deslocava para o Interior do estado para cometer os assaltos.
Conforme a polícia, o motorista foi mantido refém, em área de matagal, à beira da BR-174, no trecho que liga a cidade de Nova Lacerda e Comodoro.
Uma viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que fazia uma abordagem de rotina nas proximidades, fez com que um assaltante que vigiava a vítima corresse para dentro da mata com receio de ser abordado. A vítima fugiu e pediu ajuda aos policiais.  
Além das mulheres, três homens foram presos pela Polícia Civil em Mato Grosso 
O caminhão foi recuperado e a quadrilha foi presa.
As investigações prosseguem para identificar a atuação de um comparsa, residente no município e já identificado, que teria prestado apoio aos demais criminosos vindos da capital, e também apurar se o grupo agiu em outros roubos similares cometidos na região.
Todos os detidos foram autuados em flagrante pelos crimes de roubo majorado por emprego de arma de fogo, concurso de agentes e restrição da liberdade da vítima.
Os presos serão apresentados em audiência de custódia.


Por G1 MT
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.