Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Por meio de vídeo com jogadores da equipe, Inter de Milão quer substituir uma expressão muito usada nos estádios para outro significado

Depois de seus torcedores entoarem cânticos racistas em partida contra o Napoli, a Inter de Milão lançou uma campanha antirracismo com um vídeo no qual jogadores pedem que a torcida não faça o barulho "buu", conhecido como uma ofensa.
Leia também: 
A gravação foi divulgada nas redes sociais da Inter de Milão nesta sexta-feira (18) e conta com a presença de Icardi e Samuel Eto'o, além dos ex-jogadores Luís Figo e Javier Zanetti.
O barulho "buu" é normalmente considerado como racista no futebol italiano. Por isso, a ideia dos nerazzurri é utilizar o vídeo sob o slogan "Brothers Universally United" (BUU) ("Irmãos Unidos Universalmente", em português). De acordo com um comunicado do clube italiano, a campanha é "um convite para combater o racismo com sua própria arma: o buu racista".
"É uma transição do negativo, para o positivo. É isso que queremos da campanha Buu, escreva, não diga", disse o presidente do clube, Steven Zhang.
Leia também: 
Logo depois, o Milan se uniu ao rival e endossou a iniciativa. "O Milan está ao lado da Inter na luta contra o racismo, porque há desafios que vão muito além das cores e rivalidades", escreveram os rossoneros no Twitter.
A campanha foi lançada após o zagueiro do Napoli Kalidou Koulibaly virar alvo de cânticos racistas entoados por torcedores da Inter, que foi punida com dois jogos no San Siro com portões fechados e uma terceira sem público na "curva norte", onde ficam suas torcidas organizadas.
Leia também: 
Embora o próximo jogo contra o Sassuolo no sábado(19) seja sem torcida, a Inter de Milão afirmou que a liga italiana autorizou a entrada de 10 mil crianças da região no estádio. 
Fonte: Ig Esportes
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.