Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Mauro avisa que greve vai atrasar "ainda mais" salários dos servidores em MT
“Se tiver uma greve geral, vamos atrasar não é um mês. Vão ser dois”. Essa foi à declaração do governador Mauro Mendes (DEM) ao comentar sobre possível paralisação dos servidores públicos caso aconteça o parcelamento dos salários de janeiro, com vencimento em 10 de fevereiro. 
Na última semana, os servidores indicaram que podem entrar em greve caso os salários sejam escalonados novamente. Isso porque o pagamento de dezembro foi dividido por valor salarial e um grupo de funcionários públicos receberá apenas em 30 de janeiro.
O governador explica que uma greve neste momento dificultaria os atendimentos públicos, aumentando ainda mais os problemas que o Estado vem enfrentando com os serviços, principalmente pela falta de pagamento dos fornecedores. Ele ainda destaca que o cidadão precisa e quer serviços com qualidade. “O cidadão vai ficando irritado porque quer uma saúde que funcione. Ele quer que tape o buraco das estradas porque ele está pagando imposto no óleo diesel, da gasolina, que ele compra, na energia elétrica. O cidadão quer serviços públicos com qualidade”, pontuou o governador em entrevista ao programa Resumo do Dia (TV Brasil Oeste) na noite de ontem. 
Além disso, ele apontou que a paralisação pode atrapalhar a arrecadação do Estado, atrasando assim o cumprimento dos compromissos do Governo, como o pagamento de salários. “Se tiver uma greve geral, vamos atrasar não é um mês não vai ser dois. Ou seja, outra greve vão ser três, outra greve vão ser quatro, porque vai piorar o serviço público”, avisou. 
Entretanto, o governador lembra que conversou com o Fórum Sindical e espera a compreensão. Ele vai apresentar nos próximos dias uma plataforma digital que oferte a apresentação pública do fluxo do caixa financeiro do Estado. 
Mauro citou que a decisão sobre o pagamento dos salários não é individual, mas baseada em números. Ele narra ainda que o funcionalismo público será responsável por repassar os números do Estado para a sociedade, que necessita dos serviços. “Eu disse aos servidores e espero que eles compreendam essa realidade, este fluxo de caixa do Estado. Não sou eu, o governador que faz este fluxo e os números serão públicos. Nós vamos divulgar nos próximos dias o fluxo de caixa diário do Estado, o que arrecada e o que paga todos os dias em Mato Grosso”, observou.
O democrata ressaltou que a prioridade neste início de gestão é colocar “as contas em dia”. Para isso, ele afirma que conta com o envolvimento de todo o funcionalismo público para bem atender a sociedade. “Se fizer greve for à solução, eu já disse eu serei o primeiro a entrar em greve. Mas o que resolve problema é trabalhar, trabalhar muito, com seriedade, é o que precisamos fazer neste momento. Agora fazer greve vai piorar ainda mais, vai piorar mais ainda a situação de Mato Grosso”, comenta. 
Ele pontuou que acredita no bom senso de cada trabalhador e vai seguir confiante que todos seguem no propósito de auxiliar no desenvolvimento do Estado. “Então eu peço ao servidor público, todos inteligentes, sensatos que compreendam essa realidade. Não fui eu que inventei esses problemas. Existe um problema de Mato Grosso, em Mato Grosso, e todos teremos que trabalhar juntos. Cruzar os braços só vai piorar a situação”, completou.
Fonte:FolhaMax
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.