Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Mauren Lazaretti, escolhida pelo governador Mauro Mendes (DEM) como Secretária de Meio Ambiente, prometeu auxiliar o Ministério Público (MPE) na continuidade da Operação Polygonum, por fraudes no Cadastro Ambiental Rural (CAR). O objetivo é “demostrar união para retomar a credibilidade da secretaria”.  
“Desde o momento da transição nós viemos acompanhando com o Ministério Público e até discutindo algumas medidas emergenciais para estancar estes procedimentos distorcidos que estão sendo apontados”, afirmou Lazaretti.  
Investigações realizadas pelo MPE em parceria com a Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) revelaram a existência de uma organização criminosa que operava fraudando o Sistema de Cadastro Ambiental Rural. Os ilícitos, segundo apurado, envolviam fraudes e modos de operação diversos. Servidores e o ex-secretário André Baby foram presos.  
A secretária, que é advogada, presidiu a Comissão de Direito Ambiental da OAB-MT e foi secretária adjunta de Meio Ambiente do Estado, planeja agir rapidamente logo no momento inicial da gestão Mauro Mendes.   
“Nos primeiros dias da gestão nos vamos efetivamente discutir com o Ministério Público esse pacote de ações. Aquilo que for de competência da Secretaria de Estado de Meio Ambiente nós vamos implementar”, afirmou Mauren.   
“Eu tenho certeza que isso foi um evento pontual, que ocorreu em um dos setores da secretaria, que não tira o credito do trabalho de todos os outros setores”, finalizou Mauren Lazaretti.

Fonte: Gazeta Digital/ Arthur Santos da Silva

Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.