Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Suspeita é de que homem foi cobrar dívida de produtor na região

silas

O engenheiro agrônomo de uma empresa de suprimentos agrícolas, identificado como Silas Henrique Palmieri Maia, de 33 anos, foi morto com um quatro tiros na cabeça nesta segunda-feira (18), na região rural de Porto dos Gaúchos (650 km de Cuiabá). As informações preliminares são de que Silas, que trabalha como consultor de vendas da empresa Agroinsumos, teria se deslocado até a região da Gleba Mercedes para cobrar uma conta referente a  uma safra 2018/2019.
Silas foi alvejado na cabeça. Essa versão será investigada. A equipe da Polícia Civil foi acionada para atender ocorrência de uma vítima de arma de fogo, no Hospital Municipal de Porto dos Gaúchos.
No local, o corpo da vítima ensanguentado foi encontrado em cima de uma caminhonete. O médico informou que realizou todos os procedimentos necessários para salvar a vítima, porém ela não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.
Segundo uma testemunha que ajudou a socorrer Silas, o caso ocorreu por volta das 13 horas, quando a vítima e uma testemunha estavam sentados em uma mesa, na lanchonete Fogão a Lenha da Rodoviária do povoado Novo Paraná. Sem notar a aproximação, ambos foram surpreendidos quando uma pessoa chegou por trás da vítima, sacou uma pistola e efetuou dois ou mais disparos direto na cabeça do agronomo, que caiu no chão já sem reação.
O suspeito fugiu do local. As diligências estão sendo realizadas para localizar e prender o autor do crime, indetificado inicialmente como Paulo e seria produtor rural da região.
Silas trabalhava para empresa de Sinop e tinha os planos de se casar no final do ano.
FONTE: SUELEN ALENCAR /FOLHA MAX
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.