Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

2545O Projeto Mapa Leite, que oferece Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) a 120 produtores de Mato Grosso, recebeu parecer positivo após passar pela terceira auditoria de acompanhamento do Ministério da Agricultura no Estado. Os produtores recebem assistência técnica e gerencial, capacitação para produção, transporte e beneficiamento de leite seguro e de qualidade. De acordo com a coordenadora do projeto, Luana Frossard, o parecer positivo sem ressalvas é resultado do trabalho conjunto com a Administração Regional do Senar em Mato Grosso e o Ministério da Agricultura que demonstra a boa utilização de recursos provenientes de políticas públicas para o atendimento dos produtores rurais. “O comprometimento dos produtores rurais em seguirem todos os passos e recomendações da ATeG impactaram positivamente no resultado das auditorias do Ministério da Agricultura”, destacou Luana.
A auditoria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) foi dividida em duas etapas. A primeira aconteceu na capital, Cuiabá, onde houve a verificação dos documentos referentes à gestão do projeto, os indicadores das propriedades assistidas e realizou a conferência dos relatórios das visitas técnicas. Na segunda etapa da auditoria, o auditor fiscal foi a campo para conhecer oito propriedades atendidas pelo projeto.
Em Pontes e Lacerda, o auditor se reuniu com produtores e com a equipe técnica regional de ATeG para alinhamento de informação e conhecimento. De acordo com o parecer, as atividades estão sendo executadas conforme o cronograma aprovado no edital de chamamento público.
Os resultados gerais e os indicadores referentes à produção e qualidade do leite do projeto serão divulgados pelo Senar em um evento que acontecerá na sede da instituição no mês de maio, em Brasília, informa a assessoria.
O Mapa Leite é fruto de uma parceria entre o Ministério da Agricultura e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). Por meio do convênio, 3.145 produtores de Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
 
Fonte: Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.