Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Anualmente, na semana de 12 de outubro, o governo poderá promover políticas públicas de orientação para o diagnóstico precoce das enfermidades

MARCO STAMM JUNIOR / Gabinete do deputado Dilmar Dal Bosco
Quem sofre com doenças reumatológicas sabe que quanto antes os sintomas forem identificados, maiores são as chances de prevenir deformidades irreversíveis e de conviver com o problema reduzindo o sofrimento. Para ajudar na divulgação dos sintomas e auxiliar na prevenção, o governador Mauro Mendes (DEM) sancionou a Lei 10.844/2019, que institui a Semana Estadual da Conscientização e Artrose em Mato Grosso. A norma é oriunda de um projeto apresentado pelo deputado Dilmar Dal Bosco (DEM) em 2012.
A redação determina que, anualmente, na semana de 12 de outubro, sejam realizadas políticas públicas para informar e orientar a população mato-grossense sobre os diferentes tipos de doenças reumatológicas e enfatizar a importância do tratamento precoce.
O governo do estado fica autorizado a realizar campanhas publicitárias nos meios de comunicação de massa e fixar cartazes em locais de grande circulação de pessoas. Estudos periódicos sobre prevenção, diagnósticos e tratamento também podem ser realizados.
“Acreditamos que uma maior divulgação sobre as doenças, sinais e sintomas, alertando e promovendo o diagnóstico precoce e tratamento adequado, só trará benefícios à população. O diagnóstico precoce e um adequado acompanhamento médico farão com que as pessoas tenham qualidade de vida, amenizando suas dores, evitando deformidade e deficiências. Vamos promover qualidade de vida e desmistificar que artrite e artrose são doenças de pessoas idosas”, justificou Dal Bosco.
Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que de 0,2% a 1% da população global sofre com doenças reumatológicas, que não possuem cura.
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.