Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Imagem relacionadaA subsede do Sintep Juruena, através da sua presidente Rosane Hinkel, vem a público informar a população Juruenense:
Por decisão unanime da categoria reunida em assembleia no último dia 20/05 em Cuiabá, a partir de segunda-feira dia 27/05 as escolas estaduais estarão em greve por tempo indeterminado, em Juruena as escolas Aline Maria Teixeira e Escola Dom Aquino Correa. A greve foi a última instância de negociações com o governo, e sendo esta reconhecida pela Constituição Federal quando exauridas as negociações a categoria deliberou por usar deste instrumento para que os (as) trabalhadores(as) tenham suas reivindicações atendidas.

PAUTAS DA GREVE:

1)    Da Campanha Salarial 2019 - Cumprimento integral da Lei 510/13 -  em maio de 2019 - aplicando o percentual fixo da Lei (7,69%), mais índices da correção inflacionária de 2018 (3,43%);
2)    Cumprimento da Lei nº. 10.572/2017 – pagamento de correção RGA, retroativos e pelos índices do parcelamento – de outubro e de dezembro de 2018 -  bem como a compensação (1%) oriundo do parcelamento;
3)    Do cumprimento da Constituição Estadual de 1989 (Art. 147 §§ 2º e 3º c/c 245, § 3º):
Art. 147, §§ 2º e 3º - Pagar a Revisão Geral (RGA) da Remuneração dos servidores públicos do ano de 2019 (3,43%) e fazer o pagamento dos salários, de forma integral até o 10 de cada mês, bem como, pagar a correção no valor dos salários que foram pagos com atraso;
Art. 245, § 3º- Nos casos de anistia fiscal ou incentivos fiscais de qualquer natureza, fica o Poder Público proibido de incluir os percentuais destinados à educação (neste ano o mínimo a ser aplicado é de 27,5%);
5)    Do concurso público/2017: Posse imediata do Cadastro de Reserva e dos Classificados, visando o preenchimento de todas as vagas livres existentes nas unidades escolares;
6)    Estrutura das escolas: Apresentar o cronograma de recuperação permanente da estrutura física das escolas, especialmente, para as escolas prioritárias com urgência de reformas, bem como para aquisição dos equipamentos pedagógicos, mobiliários e tecnológicos para os laboratórios e bibliotecas e materiais pedagógicos;
7)    Garantir a melhoria da Estrutura das Escolas Quilombolas, do Campo e Indígena e também da Escola Plena, ampliando o número de estudantes atendidos. Queremos uma Escola Plena a todos os Estudantes do Mato Grosso.
8)    Pauta de Reivindicações da Rede Estadual de 2019 – a categoria reafirma a necessidade de resposta das que não foram contempladas e/ou atendidas satisfatoriamente no documento resposta do Governo através do OF. n. 0481/2019-GAB/SEDUC de 22/03/2019.
Sempre que reivindicamos nossos direitos estamos fazendo política, porém, não podemos aceitar falas de desconstrução do nosso movimento que tentam caracterizá-lo como ação eleitoral ou partidária. Nosso compromisso é, como sempre foi, com a luta dos(as) trabalhadores(as). Portanto, reafirmamos: a greve é para resolver a pauta da categoria
O Sindicato continuará buscando a continuidade das negociações entre Governo e os/as Profissionais da Educação.
A força dessa luta será o apoio da sociedade, pois só assim inverteremos as prioridades do governo de Mato Grosso

Obrigada pela compreensão e sensibilidade da causa que é de TODOS (AS)
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.