Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Após localização de cadáver, com possibilidades de ser da jovem Daniela Erica Cordeiro Santos de 24 anos desaparecida há 14 meses, homem confessa ter assassinado a companheira e enterrado o corpo. A confissão aconteceu nesta terça-feira (25), o corpo foi localizado no último domingo (23) em um matagal as margens da MT-206, cerca de 10 km do núcleo urbano de Paranaíta.

Ederson José Rodrigues de 25 anos era casado com Daniela, uma relação marcada por brigas e separações conforme relatos de familiares da jovem na ocasião em que foi dada por desaparecida. O marido na ocasião relatava que Daniela havia deixado a cidade, afirmando não ter relação com o “sumiço” da moça. Nesta terça Ederson foi localizado no município de Apiacás, informado de que um corpo foi encontrado e que possivelmente seja de Daniela, ele acabou confessando o crime.

Conforme o delegado de polícia Marcos Cézar Faria Lyra, responsável pelo caso, Ederson se disse agoniado com a situação e confessou que discutiu com Daniela por motivos passionais. Ederson acreditava que estava sendo traído, em meio agressões desferiu um soco e a jovem caiu. Ederson saiu, retornando mais tarde encontrou a jovem ainda caída, sem vida. O homem então decidiu ocultar o corpo, embalando em uma caixa, e se deslocando com o corpo em uma motocicleta até as margens da rodovia MT-206, onde fez a cova e a enterrou. Fato ocorrido no dia 16 de abril de 2018.

O suspeito teve o mandado de prisão temporária decretado pela Justiça, por homicídio e ocultação de cadáver, com base em investigações da Polícia Civil. Ederson permanece preso provisoriamente, mesmo com a confissão, são aguardados laudos e exames que confirmem que o corpo localizado é de Daniela.
Fonte:Nativa News
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.