Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Resultado de imagem para alerta ao medicamentosAtualmente, tem sido muito comum a busca de uma solução rápida para combater o excesso de peso, como o uso de medicamentos para emagrecer. Esses medicamentos agem diminuindo o apetite, facilitando a perda de peso por determinado tempo.
Alertamos que produtos sem o registro da ANVISA não oferecem as garantias de eficácia, segurança e qualidade que são exigidas para produtos sob vigilância sanitária. Sem esses requisitos mínimos, os produtos irregulares representam um alto risco de dano e ameaça à saúde das pessoas.

"Em geral, os pacientes que fazem uso desses produtos adquiridos de forma ilícita acham que esses tipos de medicamentos são inofensivos, que vai diminuir o peso, todavia, nem é nada disso. Tem medicamentos que fazem, inclusive, lesão hepática”.

Por não saber exatamente a quantidade de cada ingrediente contido no produto e ainda mais grave, se ele estiver contaminado por outra substância, medicamentos ditos “naturais” que podem desenvolver hipertensão pulmonar, alterações no quadro psiquiátrico, lesões cardíacas e, dependendo do tipo de contaminação, até mesmo o surgimento de câncer pode estar associado ao consumo.

Emagreça com saúde e segurança o aumento de peso (obesidade) possui muitos fatores, os quais devem ser analisados pelo profissional médico e nutricionista. Para elaborar um plano para perda de peso, devem estar envolvidos fatores como mudança nos hábitos alimentares, atividades Físicas e uma equipe de apoio.

A Vigilância Sanitária de Juruena com os seus os profissionais, tem preocupação com os efeitos do consumo de remédios para emagrecer, inclusive alguns que, na atualidade, utilizam outra roupagem no processo de comercialização: o de suplemento alimentar. “O que observamos é a venda indiscriminada de remédio para emagrecer, sem registro da ANVISA, mas que em veiculação é apresentado como suplemento alimentar. Alguns informam fazer ‘milagre’ e os revendedores atuam no mercado ambulante, atraindo e iludindo o consumidor com a promessa de qualidade terapêutica”

Lembramos que cabe ao consumidor ser crítico e responsável com a própria saúde no momento de consumir medicamentos sem prescrição médica, tanto de revendedores presenciais quantos os virtuais, pelas redes sociais. “A revenda irregular pode configurar crime contra a saúde pública”. É proibido rotular, associar por meio de propaganda, comercialização e revenda, produtos alimentícios com indicação terapêutica ludibriando o público.

A vigilância sanitária de Juruena no dia a dia do cidadão tem feito a sua atividade.

Nossa missão é promover e proteger a saúde da população por meio de ações integradas, informação, fiscalização em vigilância sanitária.

Como posso realizar uma denúncia?

A vigilância sanitária atualmente trabalha com um novo sistema do estado do mato grosso, onde o cidadão pode realizar suas denúncias, reclamações ou críticas de forma segura e sigilosa, http://sistemas.saude.mt.gov.br/login/#, através do email: vigilanciasjuruena@hotmail.com e do telefone: (66) 3553-1367.

Por: Roseneide Souza Soares
Coordenadora de Vigilância Sanitária
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.