Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Já conta com mais 2.100 assinaturas a petição pública que pede a abertura da CPI da Energisa. A comissão proposta pela população tem como objetivo investigar o custo da energia paga em Mato Grosso. 
"Nós cidadãos de Mato Grosso, queremos por meio desta petição, propor as autoridades legislativas, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra a Energisa Mato Grosso - Distribuidora De Energia S.A. empresa concessionaria de energia no estado de Mato Grosso; a fim de investigar o aumento abusivo nas contas de energia elétrica nos municípios do Estado", diz trecho da petição.
Em outro trecho da petição, os organizadores destacam que o movimento é de interesse público e se ampliou nas redes sociais, onde moradores e do estado se manifestaram, denunciando o aumento abusivo nas contas de energia elétrica.
Na próxima semana a Assembleia Legislativa realiza uma audiência pública para debater o valor da energia praticado no estado e também o atendimento da concessinária. 
A petição pode ser assinada através do link. Até 17h40 desta segunda-feira (07) já contava com 2.119 assinatura. 
No entanto, o regimento interno da Assembleia Legislativa determina que uma CPI só poderá ser aberta mediante assinatura de um terço dos deputados. No caso são necessárias oito assinaturas. Só podem funcionar três comissões simultaneamente no Parlamento Estadual. Atualmente funcionam a CPI do MT Prev e a CPI da Sonegação e Renúncia Fiscal.
A Energisa foi contactada pelo , mas ainda não se manifestou. 

 Fonte:Thiago Andrade - Gazeta Digital
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.