Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Logo nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira, dia 11, a Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar deflagraram a operação “Morfeu” que contou com cerca 60 homens e várias viaturas para o cumprimento de 20 ordens judiciais, sendo 10 mandados de prisão e 10 de busca e apreensão em residências que já vinham sendo investigadas pela polícia civil em Juína.
O delegado de polícia civil, Romildo Nogueira da Fonseca Junior falou a reportagem do Juína News sobre a operação que contou com apoio de policiais civis de Juína, Juara, Juruena, Cotriguaçu, Aripuanã e Colniza, que cumpriram 10 mandados de busca e apreensão domiciliar que foram expedidos pelo meritíssimo juiz da comarca de Juína e 10 mandados de prisão de pessoas envolvidas com o tráfico de drogas e homicídios, sendo que em uma das residências foi encontrado um revolver calibre 38 municiado que pertencia a um adolescente que foi apreendido e responderá por ato infracional.
Em outra residência também foi encontrado munições e comprimidos que podem ser de LSD, ficando os materiais a serem periciados, e uma grande quantidade de maconha, onde os envolvidos responderão por tráficos de drogas, associação ao tráfico, porte ilegal de arma de fogo e posse irregular de munições.
Dos 10 mandados de prisões, 5 pessoas já se encontram presas no CDP (Centro de Detenção Provisória) da cidade de Juína, eles receberam os mandados ficando cientes da prisão, e mais 5 pessoas que se encontravam em liberdade praticando crimes com a participação dos outros que estão dentro do presídio.
Os 5 mandados de prisão realizados foram encaminhados a delegacia de polícia onde passarão por audiência de custódia, sendo que o menor apreendido com uma arma de fogo vinha sendo investigado pela polícia. A polícia civil informou que a arma de fogo que estava em posse dele poder ter sido usada na prática de homicídios que aconteceram recentemente na cidade de Juína, porém será realizada uma perícia da POLITEC para comprovação dos fatos.
O delegado Carlos Francisco de Moraes, delegado regional da polícia civil da cidade de Juína explicou que a investigação já dura há algum tempo, a fim de coibir crimes de tráficos de drogas, organização criminosa, associação ao tráfico e crimes conexos. Carlos Francisco lembrou que foi feito um serviço de investigação prolongado durante todo o mês de novembro, sendo representado pelos mandados de prisões e de buscas e apreensões de algumas pessoas, que atuam como membros de facções criminosas.
Segundo o delegado regional Carlos Francisco de Moraes, a operação foi realizada em integração com a polícia militar, sendo usado seis viaturas da PM, duas da Força Tática e duas operacional, onde vinte quatro policiais juntamente com o tenente coronel Alex Fontes, e também doze viaturas e 48 policiais que vieram das cidades que compões o polo de Juína.
A operação foi batizada de “Morfeu” (Deus do sono), esta foi uma operação integrada juntamente com a operação de final de ano, e segundo o delegado Carlos Francisco, a programação é que se façam outras operações como esta até o final do ano e também em 2020, onde um efetivo estará trabalhando de forma incansável para garantir segurança e tranquilidade aos cidadãos de bem que irão viajar e deixar suas residências sozinhas.
O delegado regional agradeceu ao Ministério Público, ao Poder Judiciário que contribuiu de forma direta, analisando os pedidos respeitando os direitos e garantindo legalidade das pessoas investigadas, e ressaltou que operação semelhante foi realizada na cidade de Colniza, e que já articulou com os demais delegados de outros municípios para que as operações aconteçam em toda região noroeste, isso porque tal região envolve conflitos agrários, crimes ambientais como foi feito na cidade de Aripuanã com o fechamento do garimpo ilegal que depois de retirada dos garimpeiros da polícia federal foi feito um trabalho de inteligência para garantir a ordem e segurança.
Os presos na operação “Morfeu” em Juína foram: Luiz Sérgio Divino, vulgo (Luiz Tatoo), preso preventivamente, Aline Dantas, presa em flagrante por tráficos de drogas, em sua residência foi encontrada substância análoga a pasta base, Everton Fernando de Souza Cielisk, mandado de prisão e flagrante por tráfico de drogas, João Pedro Menezes, vulgo (Moto Moto), os policiais encontraram em sua residência droga e balança de precisão e Jhonattan de Oliveira Morback preso em flagrante por trafico de droga e posse de munições.
Nesta última residência, havia dois menores e foram encontrados comprimidos que aparentam ser LSD, além de dinheiro em espécie.

Fonte: JUÍNA NEWS

Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.