Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Corpos de casal foram encontrados em precipício da cachoeira Salto das Andorinhas. A investigação aponta possibilidade de latrocínio.

A Polícia judiciária Civil de Aripuanã após apoio de populares e ajuda de um drone, conseguiu localizar o corpo de Rozinha Edileuza da Silva, de 43 anos, uma das vítimas de um crime bárbaro ocorrido no município.
Os policiais já haviam encontrado na manhã de ontem o corpo de seu esposo senhor Luiz Sérgio da Silva Lechuga, de 58 anos, com uma lesão na testa, que pode ter sido causado pela queda após ser jogado do mirante. A vítima estava com as mãos amarradas e com um pano na boca.
Conforme os investigadores, o local do crime é de difícil aceso por se tratar de período chuvoso. “O abismo é de aproximadamente 80 metros, por isso tivemos dificuldades de encontrar o corpo. Estamos contando com o apoio da unidade de Corpo de Bombeiros da cidade de Juína para realizar o resgate”, informou João Cicero.
Ainda conforme o investigador, a polícia do Estado de Rondônia foi informada do fato e em diligências, por volta das 19 horas, 03 pessoas foram presas em flagrantes pelo crime com os carros das vítimas, sendo dois homens, de 20 e 24 anos e uma mulher de 19, sendo conduzida também uma adolescente de 17 anos.
Em depoimento, um dos suspeitos confessou o crime. Ele roubou o casal com a ajuda de um morador de Aripuanã, já identificado pela polícia. Esse quinto suspeito teria sido o responsável por matar o casal, mas ele quem jogou os corpos na cachoeira.
O casal morava em uma propriedade rural na comunidade Rio Branco e consta no relatório policial que a pouco tempo teriam vindo de Mato Grosso do Sul para fixar residência no município. Os filhos estão a caminho de Aripuanã para fazer os translado dos corpos para a cidade Coronel Sapucaia - MS.
A Polícia não descarta a possibilidade de outras pessoas envolvidas no crime.
Fonte: TOP NEWS
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.