Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

br mt a
(fotos: Mário Vilela/Funai)
Com o objetivo de acelerar o Estudo do Componente Indígena (ECI) da pavimentação da BR-174, no Mato Grosso, o presidente da Funai, Marcelo Xavier, recebeu parlamentares em audiência, em Brasília. Deputados federais e vereadores dos municípios de Juína, Castanheira e Colniza, debateram sobre a conclusão do ECI, um dos condicionantes para o início das obras nos cerca de 300 Km do trecho da rodovia.


br mt b
Durante a audiência nesta quarta-feira (11), Xavier salientou a importância da pavimentação do trecho da BR-174 que liga os três municípios mato-grossenses. "A conclusão do Estudo do Componente Indígena para que o asfalto chegue definitivamente à rodovia vai beneficiar não só o escoamento da produção agrícola da região, mas também as comunidades indígenas locais. A obra significa progresso para todos, inclusive para o etnodesenvolvimento indígena, que conta com total apoio da Funai", afirmou.

Participaram da reunião na sede da Funai, os deputados federais Neri Geller (PP/MT), José Medeiros (PODE-MT), Dr Leonardo(SOLIDARIEDADE/MT) e Nelson Barbudo (PSL-MT), ; as assessoras parlamentares do Senador Wellington Fagundes (PL), Karina Cavalcante e Karla Romero; o secretário adjunto da Secretaria de Infraestrutura de Mato Grosso, Nilton de Brito; o coordenador dos Estudos Ambientais da BR-174, Ronaldo Godolphim; os vereadores Marcos Venício (Coniza-MT), Francisco Backes (Juruena-MT), Antônio Maximiano (Juruena-MT), Fernando Rodrigues Boiko (Juruena-MT), Nadir Pedroso (Juruena-MT) e Moises Ferreira de Jesus (Cotriguaçu-MT)

Assessoria de Comunicação / Funai
Marcadores: , ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.