Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Fumantes, asmáticos, hipertensos, diabéticos e idosos. De maneira direta, esses são os principais grupos de risco do covid-19 por serem mais suscetíveis a contrair a enfermidade. Pessoas com doenças debilitantes têm menor capacidade de frear o novo coronavírus, aumentando o risco de ele atingir os pulmões e provocar pneumonia.
Por essas e outras é muito importante que todas as pessoas, sejam elas do grupo de risco ou não, cuidem bem da imunidade, afinal, todos estamos sucessíveis a contrair ou transmitir uma gripe. Porém, de nenhuma maneira se trata de uma gripe comum, longe disso.

De quando foi descoberto o novo coronavírus, na China, dia 31 de dezembro de 2019, até o fechamento desta matéria, 7.019 pessoas já morreram por conta da doença. Nesta terça-feira (17), o Brasil teve o primeiro óbito decorrente do novo coronavírus. Um senhor de 62 anos, diabético e hipertenso.
 
O que já sabemos sobre o novo coronavírus?
De acordo com o Ministério da Saúde, o coronavírus (CID10) é uma família de vírus que causa infecções respiratórias. O novo coronavírus (COVID-19) tem como principais sintomas conhecidos a febre, tosse e dificuldade para respirar.

O período de incubação é o tempo que leva para os primeiros sintomas aparecerem desde a infecção por coronavírus, que pode ser de 2 a 14 dias. De uma forma geral, a transmissão viral ocorre apenas enquanto persistirem os sintomas. É possível a transmissão viral após a resolução dos sintomas, mas a duração do período de transmissibilidade é desconhecido para o coronavírus. Durante o período de incubação e casos assintomáticos não são contagiosos.

As investigações sobre as formas de transmissão do coronavírus ainda estão em andamento, mas a disseminação de pessoa para pessoa, ou seja, a contaminação por gotículas respiratórias ou contato, está ocorrendo.
Qualquer pessoa que tenha contato próximo (cerca de 1m) com alguém com sintomas respiratórios está em risco de ser exposta à infecção. É importante observar que a disseminação de pessoa para pessoa pode ocorrer de forma continuada.

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como: gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo (como toque ou aperto de mão), contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Precauções
Para evitar o contágio, a Organização Mundial de Saúde recomenda usar álcool em gel ou lavar as mãos com frequência, providências imediatas. Cuidados ao tossir também são eficazes para evitar o contágio. Procure também evitar aglomerações e, se possível, passe mais tempo em casa, dentre outras recomendações. Veja no final do texto todas as orientações!

“Nós acreditamos que essas medidas, que seguem a orientação do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde, reforçam que a prevenção é a única forma existente para controlar a proliferação do vírus, como já fizeram alguns países. Mato Grosso ainda não possui nenhum caso confirmado e nós acreditamos que essas medidas devem evitar que o vírus circule de forma acelerada no Estado”, disse o governador Mauro Mendes.
Confira abaixo quais e porque alguns grupos de risco estão mais vulneráveis à doença e como se prevenir dela.

Asmáticos
A asma é uma doença que provoca deficiência respiratória e deixa os pulmões mais sensíveis, favorecendo o aumento da falta de ar e secreção nos pulmões. De acordo com médicos especialistas, o vírus aumenta os sintomas respiratórios, além de contribuir para o aumento de crises de asma.
Fonte: Max Aguiar - Olhar Direto
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.