Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O Governo do Estado e os Poderes constituídos se reuniram nesta segunda-feira, a pedido do governador Mauro Mendes, para alinhar ações de combate ao Coronavírus. No encontro, ficou definido que todos os casos relativos ao Covid-19 no Estado passarão por uma central única de regulação, de modo a otimizar e dar mais eficiência ao atendimento.
“O que estamos propondo é que toda essa rede de leitos que está sendo viabilizada passe por uma única central. E contamos com a ajuda de todos os Poderes, do TCE, dos Ministérios Públicos para que possamos fiscalizar e proporcionar o atendimento adequado para toda a população, sem qualquer privilégio ou desperdício. Temos que ter essa rede muito bem montada”, afirmou o governador.
O presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho considera que a centralização dessas demandas vai dar eficiência para o atendimento e otimizar os recursos. Segundo ele, a medida evita que um paciente do interior seja trazido para a Capital quando, muitas vezes, há um leito disponível em uma região mais próximo. “Essa foi a melhor proposta trazida até agora. Senão acaba que os municípios fazem cada um do seu jeito e nem sempre isso traz o melhor resultado”, opinou Botelho.
O presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Guilherme Maluf, afirmou que irá contribuir com o envio de equipes in loco para verificar não só a disponibilidade de leitos, mas de equipamentos e profissionais para o atendimento. “Porque muitas vezes há o leito, mas falta o enfermeiro, o médico. Ou falta o respirador ou outro equipamento. Nessa guerra, precisamos de todos os soldados”, enfatizou Guilherme Maluf.
Para agilizar os trabalhos, a Secretaria de Estado de Saúde irá levantar todos os dados sobre os leitos disponíveis nos hospitais estaduais, bem como os que estão sendo viabilizados e a estimativa do que é necessário para atender os pacientes da covid-19.
Também participaram da reunião o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha; os deputados Dilmar Dal Bosco e Max Russi; os secretários Gilberto Figueiredo (Saúde), Mauro Carvalho (Casa Civil), Rogério Gallo (Fazenda), Alberto Machado (Gabinete de Governo); o procurador-geral do Estado, Francisco Lopes; e o médico infectologista Dr. Abdon Karhawi.
Ainda participaram da reunião, por meio de videoconferência, o procurador-geral do Estado, José Antônio Borges; o promotor de Justiça Alexandre Guedes; os procuradores federais Denise Muller e Gustavo Nogami; e os procuradores do Trabalho Rafael Mondego e Tathiane Nascimento.
Fonte: Só Notícias (foto: Christiano Antonucci/assessoria)
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.