Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Tadeu Mocelin
O Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça (31), que entra no ar a partir das 10h,  deve publicar a exoneração do presidente do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) Tadeu Mocelin. Em comunicado aos servidores do órgão, o veterinário atribui a saída ao desentendimento com o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, César Miranda (DEM).
Em mensagem publicada no grupo de WhatsApp do Indea, Tadeu afirma que tem o apoio de entidades como Famato, Acrimat e Sindifrigo para permanecer no cargo. No entanto, diz que sequer conseguir ser ouvido pelo governador para expor sua versão dos fatos.
 apurou que um servidor do Gabinete de Governo ligou para Tadeu Mocelin ontem (30) à tarde. Perguntou se o presidente do Indea queria que a exoneração saísse “a pedido” ou como decisão do chefe do Executivo.
Para Tadeu, o desentendimento com César foi usando com pano de fundo para uma articulação política em curso. “Mas infelizmente o desentendimento com o secretário Cesar Miranda, sobre o Imac, foi usado como pano de fundo de uma articulação política muito grande, pois a menos de 15 dias fomos elogiado pelo próprio  governador pelo trabalho que vinha sendo feito. Mas sei como funciona os bastidores da política, sempre tem um cardume de traíras”.   
O desentendimento entre César e Tadeu teria sido causado pela lei aprovada pela Assembleia, que retira receitas advindas da Taxa de Defesa Sanitária Animal do Indea, destinando ao Instituto Mato-Grossense da Carne (Imac).  Agora, o valor estimado em R$ 6,5 milhões vai totalmente para o Imac, que repassa 1,2% para ser aplicado em defesa sanitária.
Fonte:Jacques Gosch/RD News
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.