Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Mato Grosso teve, mês passado, 342,85 mil cabeças de gado abatidas em frigoríficos, quantidade 10% inferior a março. Destas, 53,60% foram machos e 46,40% foram fêmeas, contabilizando os valores de 183,76 e 159,09 mil cabeças, respectivamente. Os dados são do INDEA (Instituto Mato-grossense de Defesa Agropecuária).
“Este resultado já era esperado, devido à configuração dos frigoríficos em Mato Grosso diante da pandemia (pelo menos 6 plantas suspenderam os abates). Ademais, outro dado veio à tona: a demanda chinesa tem sido aquecida e, como se sabe, adquire produtos de animais jovens. Este cenário foi demonstrado pelo maior abate de fêmeas jovens, entre 12 e 24 meses, que foi a única categoria que apresentou aumento nos abates mato-grossenses”. A análise é feita pelo IMEA (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária), no boletim da carne desta semana.
“No comparativo mensal, o crescimento no volume abatido de novilhas foi de 3,61%, totalizando 36,19 mil cabeças. Vale ressaltar que foi observado incremento na quantidade abatida somente na região noroeste do estado (+0,54%), que é caracterizada, principalmente, por rebanho de fêmeas e cria”, concluem os analistas.
Fonte: Só Notícias/Agronotícias (foto: arquivo/assessoria)
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.