Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O Cuiabá já estuda outras possibilidades para estender ainda mais o período de inatividade por causa do novo coronavíruas. O clube ainda não sabe o que fazer diante da propagação da doença em todo o Brasil, em especial em Mato Grosso, que registra a cada dia pelo menos uma morte. Desde semana passada, o campeão mato-grossense estava ensaiando um retorno gradativo dos trabalhos, com a reapresentação dos jogadores e comissão técnica.
O objetivo era retomar os treinos, cumprindo todas as orientações, recomendações feitas pela Organização Médica de Saúde (OMS), Ministério de Saúde (MS) e de uma junta de especialistas dos clubes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro.
O departamento médico do clube chegou a realizar testes de Covid-19 em um grupo de 15 atletas que já tinham retornado à capital mato-grossense. Jogadores e membros da comissão técnica foram registrados trabalhando no campo do Centro de Treinamento do ‘Dourado’ no início da semana. Alguns se movimentavam com o uso de máscaras. Contudo, com o avanço da contaminação, o clube decidiu recuar de voltar aos treinos após o fim das férias. Agora, os treinos ocorrem nas casas dos atletas.
Com isso, a diretoria do clube está consultando especialistas na área trabalhista para ver o que fazer daqui em diante, já que vários jogadores estão com contratos para expirar. Desde da paralisação por tempo indeterminado do Campeonato Mato-grossense no dia 16 de março, já são mais de 45 dias sem trabalho. No primeiro ato, foram 15 dias restante do mês de março. Em seguida, foram 30 dias de férias coletivas dadas por todos os clubes brasileiros.
Agora, o Cuiabá não sabe o que fazer. Uma das saídas é oferecer uma licença remunerada até que se encontre uma saída viável sem que clubes e jogadores entrem em litígio trabalhista. Atual bicampeão mato-grossense, o Cuiabá foi praticamente absoluto durante a primeira fase do Campeonato Estadual. Terminou fase classificatória do torneio regional como líder isolado com 21 pontos somados dos 27 disputados.
O atacante Maxwell foi o grande nome do time treinado por Marcelo Chamusca na campanha inicial e invicta. Em nove jogos disputados até agora, ele marcou nove vezes, tendo uma média de um gol por rodada.
fONTE: A Gazeta (foto: assessoria/arquivo)
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.