Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O preço do leite pago ao produtor em abril, referente ao volume captado em março apresentou queda de 6,99% ante o mês anterior e ficou cotado a R$ 1,02/litro. É a primeira vez, em cinco anos, que a variação é negativa nesse mesmo comparativo devido ao menor escoamento dos produtos na ponta da cadeia, informa o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária, no boletim do leite, divulgado ontem.
“Uma vez que as indústrias informaram redução no volume coletado de leite nas propriedades rurais, o índice de captação também reduziu 2,54% ante o mês anterior. O leite UHT fechou o mês cotado a R$ 3,00/litro no atacado e apresentou uma alta de 17,65% ante o mês passado. Esse aumento foi devido à demanda mais aquecida por esse produto para armazenar durante a quarentena”, informa.
De acordo com a 2º estimativa do Valor Bruto de Produção (VBP) de Mato Grosso divulgado pelo IMEA, a pecuária leiteira representou 0,66% de participação. “Para o ano de 2020, espera-se que os preços sigam movimentos de alta em virtude da menor oferta da matéria-prima. Essa queda na produção é justificada por vários fatores, como por exemplo, a destinação de matrizes para a pecuária de corte, a saída de produtores do ramo leiteiro devido aos custos elevados e as incertezas quanto à demanda do leite e seus derivados por causa do atual cenário da Covi-19.Logo, estima-se que a contribuição da pecuária leiteira gire em torno de R$ 574,89 milhões, o que equivale a um aumento de 4,39% ante a estimativa de 2019. Além disso, apesar da pequena representatividade no VBP total, a cadeia é responsável por gerar cerca de 2.537 empregos em razão das inúmeras pequenas propriedades rurais e pelos mais de cinquenta laticínios em operação no Estado”, conclui o instituto.
Só Notícias/Agronotícias (foto: arquivo/assessoria)
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.