Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

Uma fiscalização realizada pelo Governo de Mato destruiu um garimpo ilegal próximo ao Parque Nacional do Juruena, no município de Nova Bandeirantes. A ação fiscalizatória foi conduzida pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente juntamente com o Indea e policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope).
A degradação ambiental foi constatada com auxílio dos alertas de desmatamento da Plataforma de Monitoramento da Cobertura Vegetal de Mato Grosso, que utiliza a tecnologia de satélite Planet. Com apoio da aeronave do Exército Brasileiro (Helicóptero Jaguar), a equipe sobrevoou no último domingo (07) o ponto detectado via satélite e constatou a atividade de desmatamento e garimpo ilegais, no entorno do antigo “Garimpo Juruena”.
No dia seguinte, fiscais da Sema e Indea, acompanhados por policiais do Bope, se deslocaram por solo até os locais que foram sobrevoados. No acampamento, os motores estacionários encontrados no local foram destruídos. O garimpo apresentava vestígios de extração ilegal de ouro. Os suspeitos não foram encontrados no local.
Destruição de Garimpo Ilegal em Juruena
Créditos: Sema-MT
Desmatamento ilegal zero
A ação realizada em Nova Bandeirantes integra Operação Amazônia Arco Norte do Governo de Mato Grosso em parceria com a Operação Verde Brasil do Governo Federal, visando zerar o desmatamento ilegal em Mato Grosso.
Desde o início da Operação, em maio, foram aplicados R$ 101 milhões em multas por crimes contra a flora, como desmatamento, exploração florestal e queimadas ilegais, dentre outros. Foram embargados mais de 21 mil hectares e apreendidos 44 tratores.
Desde janeiro, Mato Grosso aplicou R$ 555 milhões por crimes contra a flora e embargados 78 mil hectares. As ações conduzidas resultaram na apreensão de 116 tratores e 27 caminhões.
Atividade essencial
As atividades de fiscalização ambiental, que incluem as ações de monitoramento e controle de crimes ambientas como desmatamento e exploração florestal ilegais, pesca predatória, caça ilegal, poluição causara por empreendimentos, dentre outros, seguem em pleno funcionamento durante a pandemia do Covid-19.
De acordo com artigo 8° do decreto Estadual 432/2020, a fiscalização ambiental é considerada atividade essencial no Estado. Ao se deparar com crimes ambientais, o cidadão pode fazer denúncias pelo 0800 65 3838 ou via aplicativo MT Cidadão (disponível para IOS e Android).
Fonte: Juliana Carvalho Sema-MT
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.