Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

O Cuiabá, que se organizou para treinar durante a pandemia do novo Coronavírus e que foi o único time de Mato Grosso a manter todos seus compromissos com os atletas, vive uma situação crítica antes do reinício da temporada. Com previsão de estreia na Série B do Campeonato Brasileiro contra o Brasil de Pelotas para 7 ou 8 de Agosto, o Dourado ainda não tem um estádio para mandar o jogo e está proibido de utilizar o seu centro de treinamento para se preparar coletivamente, devido ao lockdown na capital.

A diretoria do Dourado tenta conseguir liberação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para utilizar a Arena Pantanal, que está parcialmente ocupada com o Centro de Triagem Covid-19. A entidade gestora do futebol no Brasil entende que há risco de contaminação e evita a realização de partidas em estádios que atendam pacientes com Coronavírus.

Um plano B já está garantido. O clube tem o aval da prefeitura de Rondonópolis para utilizar o estádio municipal Luthero Lopes. A data está reservada para os dias 7 ou 8 de agosto, mas a autorização para a realização do jogo depende de como estará, no dia da partida, o decreto municipal que restringe as atividades comerciais. Hoje as atividades coletivas estão proibidas na cidade.

A falta de local adequado para treinamento também é outro problema que assombra o Dourado. Por determinação judicial, Cuiabá está em lockdown desde o final de junho e os treinamentos presenciais foram interrompidos, inclusive com multa de aproximadamente R$ 600 aplicada ao clube por descumprimento da regra.
Desde então, os atletas voltaram a treinar em casa com acompanhamento da comissão técnica. Procurada por Só Notícias, a diretoria do clube não informou se há planejamento de viagem a uma cidade que não tenha bloqueio para fazer a preparação coletiva.

Só Notícias/Marco Stamm (foto: assessoria/arquivo)

Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.