Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

 Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Após perseguição, a Polícia Militar trocou tiros com um homem acusado de tentar matar ex-esposa e ex-sogra a facadas em São Miguel do Iguaçu (PR). Havia mandado de prisão em aberto contra ele e essa informação chegou à PM de Peixoto de Azevedo (a 675 km de Cuiabá). O acusado estava morando, em uma fazenda na zona rural de Nova Guarita, município que faz divisa com Peixoto de Azevedo. Alvejado, o suspeito acabou sendo levado ao Pront-Socorro e equipe médica constatou o óbito.

Consta em boletim da ocorrência que a polícia soube que o suspeito estava usando RG e outros documentos falsos. Em busca no sistema, indentificou mandado de prisão em aberto contra ele, que tinha escapado várias vezes no Paraná. Soube ainda que, já em Nova Guarita, tinha tentado matar uma pessoa, não identificada no BO, e agredia reiteradas vezes a atual esposa. Em uma das agressões, causou um aborto nela, que estava grávida de 3 meses.

Com essas informações, a PM montou uma operação para conduzi-lo à Justiça. Quando a viatura chegou à fazenda, ele fugiu mato a dentro. Foram feitas diligências na tentativa de capturá-lo, mas sempre conseguia escapar. Em uma dessas diligências é que houve a troca de tiros entre ele e 3 soldados. Nesta quarta (5), com apoio da Agência de Inteligência (ARI) do 15º Comando Regional, fechou o cerco contra ele.

A PM chegou à fazenda e a atual esposa gritou para que fugisse. Nesse momento, foi acionado mais apoio do GAP do 22º BPM. No meio do mato, quando ele visualizou os PMs, já começou a atirar, segundo BO. Estava acampado, num local, somente com um travesseiro e duas armas, revólver calibre 38, com 3 munições deflagradas e duas intactas, e uma faca. Apesar de resistir, logo foi baleado. Os soldados observaram que, caído no chão, ainda respirava e então providenciaram o encaminhamento ao Pronto-Socorro de Nova Guarita, mas ele morreu.

Esposa dele foi encaminhada à Delegacia de Polícia, para o devido registro da ocorrência.

fONTE: Keka Werneck
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.