Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT




O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou, esta manhã, que o governo do Estado já aplicou mais de R$ 100 milhões em multas por queimadas ilegais neste ano. Cada multa varia de R$ 1 mil a R$ 7,5 mil por hectare danificado. A confirmação foi feita, em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan de São Paulo. Na ocasião, o gestor relatou que há mais de 2,5 mil homens empregados para combater os incêndios criminosos em Mato Grosso.

De acordo com o governador, o sistema de monitoramento por satélite permite que o Governo do Estado obtenha imagens de todo o território quase que em tempo real. “E com a qualidade das imagens disponíveis, conseguimos identificar se aquilo foi um acidente, como tem acontecido, e identificar quando há uma presença de uma máquina, de uma pessoa, e isso caracteriza de forma inequívoca que houve uma ação humana. E aí o Governo tem sido implacável, aplicando aquilo que prevê a legislação brasileira quando o incêndio é criminoso, é intencional. Até o presente momento, já aplicamos mais de R$ 100 milhões em multas por queimadas ilegais”, relatou.

Mendes registrou que há uma grande força-tarefa em campo para prevenir, combater e autuar os casos de queimadas ilegais em todo o estado. “Temos hoje mais de 2,5 mil homens empregados no combate ao incêndio em todo o estado, utilizando veículos, aeronaves, tudo o que é possível fazer para minimizar esse impacto diante do momento que estamos vivendo: grande período de estiagem, umidade baixa. Essas condições desfavoráveis contribuem para que, quando iniciado o fogo, se propague numa velocidade muito grande”, afirmou.

O governador ainda lamentou que muitas pessoas insistam em cometer danos ambientais e garantiu que o Governo de Mato Grosso continuará tendo tolerância zero com esses crimes. “O Governo não tem interesse que queime. O produtor, quando queima uma palhada, tem um prejuízo gigante. Nenhum produtor tem interesse em queimar nada, muito menos a pastagem. Agora, é muito lamentável que muitas pessoas façam isso de maneira criminosa e isso gere incêndios. O Governo está apurando, fazendo perícia com as imagens, identificando se aquilo foi acidental ou criminoso, e aplicando aquilo que determina a legislação brasileira. Não somos coniventes com qualquer queimada. Quem insistir na ilegalidade, vai se dar mal”, completou.Redação Só Notícias (foto: assessoria)
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.